Pikachu revela ansiedade por primeiro gol de falta no Vasco: 'É o que mais busco no momento'

Lateral-direito do Cruz-Maltino vive a expectativa de marcar o primeiro gol de tiro livre direto com a camisa do clube e tem o técnico Ramon como um grande incentivador

Lance

Lance

Lance

No Vasco desde 2016, o lateral Yago Pikachu ainda não marcou um gol de falta pelo clube. Em entrevista, nesta quinta-feira, o jogador de 28 anos revelou a expectativa e a cobrança por voltar a balança as redes em um tiro livre direto como costumava fazer no seu ex- clube, o Paysandu.

– Essa pergunta é a minha também. É algo que me cobro muito desde que cheguei aqui ao Vasco. Quem convive com a gente nos treinamentos, vê a minha dedicação em busca desse gol de falta. É uma cobrança não só do torcedor, mas minha também. Tenho certeza que vai sair na hora certa. O Ramon já desde os tempos de auxiliar chegava antes para a gente treinar cobranças de falta e a gente continua fazendo isso, chegando cedo para cobrar faltas. Tenho certeza que uma hora vai entrar e esse gol vai sair. É o que mais busco no momento com a camisa do Vasco – disse Pikachu à Vasco TV.

Além do gol de falta, Pikachu também tem o sonho de conquistar um título de grande expressão com a camisa cruz-maltina. Com chances de se tornar o jogador que mais atuou pelo clube no século XXI, ele quer deixar o nome marcado na história da instituição também pelas conquistas de troféus.

– Me sinto muito feliz . Jamais imaginei atingir marcas importantes pelo Vasco de gols e números de jogos. Tenho que agradecer muito por tudo que já passei aqui e espero continuar contribuindo de alguma forma e quebrar mais marcas como essas porque isso também marca a história de um jogador no clube. Claro, também preciso de um título importante para ficar registrado de vez na história do clube.

Caldeirão como vantagem

Para o Brasileirão, o lateral aposta na mescla de juventude e experiência para que o time de Ramon faça uma grande campanha. Para ele, é preciso saber tirar vantagem dos jogos em casa para conseguir uma sequência positiva no torneio.

– Estamos construindo uma ótima equipe com jogadores experientes chegando e jogadores novos com potencial grande. Acredito que vamos fazer uma grande campanha. Precisamos não dar tanto espaço para o adversário, minimizar o máximo os nossos erros e aproveitar as oportunidades que criamos. Esse início de competição é entre aspas favorável para a gente vários jogos no Rio de Janeiro, contando também o clássico como Fluminense e podemos dar uma arrancada boa nesse início de campeonato – concluiu.