Para repetir o passado! Bastos e Talles têm boas lembranças de jogo contra o São Paulo em 2019

No mesmo palco, no ano passado, contra o Tricolor paulista, o jovem atacante vascaíno marcou o primeiro gol como profissional e o volante fez o segundo da vitória por 2 a 0 

Lance

Lance

Lance

Depois da estreia com vitória, o Vasco recebe o São Paulo, neste domingo, às 16h, pela 3ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo contra o Tricolor traz boas lembranças a dois nomes de destaque do elenco cruz-maltino. Em 2019, diante de São Januário lotado, Talles Magno abriu o placar marcando o primeiro gol como profissional e Fellipe Bastos fez o segundo do triunfo, por 2 a 0. Na ocasião, o garoto de 18 anos vivia ótima fase em campo e era o xodó da torcida. Este ano, Bastos, antes contestado, é quem vive lua de mel com os vascaínos, enquanto o jovem tenta recuperar seu melhor futebol.

Aos 30 anos, Fellipe Bastos vive uma inédita fase artilheira na carreira. Além dos dois gols da vitória sobre o Sport, na última quinta-feira, ele havia feito outros três nos amistosos preparatórios para o Brasileirão. Desde a chegada de Ramon, o volante tem evoluído dentro de campo e crescendo em importância tática. O esforço não passou em branco aos olhos do treinador.

– Conheço muito bem o Fellipe, é um jogador muito importante no grupo. Ele é muito forte e entendeu o posicionamento, está mais rápido. Consegue hoje fazer uma pressão muito forte em cima do adversário. Nos ajuda muito na bola parada ofensiva e defensiva. Tem cumprido à risca a sua função e está chegando na área, fazendo gols. Ele tem trabalhado muito – elogiou o treinador Ramon Menezes, após a partida contra o Leão.

Já Talles ainda não voltou a ter uma exibição como as que encantaram os torcedores no segundo semestre do ano passado, como a daquela vitória contra o São Paulo. Duas lesões interromperam a ascensão do jogador, a primeira na coxa direita, pela Seleção, sofrida no Mundial Sub-17, em novembro, e a mais recente no pé esquerdo, durante a folga do carnaval, em fevereiro.

O jovem, no entanto tem a confiança dos companheiros e a do técnico. Ramon enxerga as oscilações do atleta como algo natural da idade.

– Sobre Talles, eu acho que é normal. Vai ter sim o crescimento. Tem muito talento, e é um jogador em quem a gente confia muito. Todo torcedor do Vasco espera muito dele. Com calma e paciência, ele vai conseguir sim. É um jogador muito criativo, do grande lance e do inesperado. Tenho muita confiança de que vai voltar a render do que se espera dele – incentivou o treinador.