Lance Para Mauro Cezar, Roger Machado não foi bem no Fluminense, mas há exagero em críticas

Para Mauro Cezar, Roger Machado não foi bem no Fluminense, mas há exagero em críticas

'Além do esperado': Na visão dele, elenco do Fluminense convive com dificuldades maiores que as que o técnico teve em manter regularidade. Resultado teria 'ampliado expectativas'

Lance
Lance

Lance

Lance

O Fluminense anunciou, neste sábado, a demissão do técnico Roger Machado e já confirmou quem será o comandante tricolor até o final da temporada. Nas redes sociais, muitos torcedores comemoraram a iniciativa do clube carioca. Para o jornalista Mauro Cezar Pereira, o Fluminense não vinha bem com Roger, mas o técnico não merece 100% da culpa pela fase do grupo.

+ Confira a tabela de jogos e a classificação do Brasileirão Série A

- Roger não fez um bom trabalho no Fluminense. Creio que ele mesmo tenha consciência de que deveria ter se saído melhor. Mas atribuir 100% do que se passa com time a ele me parece exagerado. O Fluminense de 2020 para cá foi além do esperado e ampliou expectativas além do momento do clube - digitou Mauro no Twitter.

Pressionado pelo desempenho ruim, o técnico não resistiu após a eliminação do Fluminense na Libertadores e foi demitido após reunião da diretoria neste sábado. O Tricolor caiu na competição após empatar com o Barcelona de Guayaquil por 1 a 1 no Equador. A ida havia sido 2 a 2, no Rio de Janeiro.

Campeão da Copa do Brasil de 2007, quando marcou o gol do título, Roger Machado jogou no Fluminense entre 2006 e 2008. Esta foi a primeira passagem dele na equipe, onde esteve por 42 jogos, com 19 vitórias, 12 empates e 11 derrotas, um aproveitamento de 54,7%.

Últimas