Lance Paire leva multa da FFT e fica fora da Olimpíada

Paire leva multa da FFT e fica fora da Olimpíada

Mesmo que tenha ranking para entrar na competição, sem aval da FFT, Paire não jogará Tóquio 2021

Lance
Lance

Lance

Lance

O tenista francês Benoit Paire, 35º do mundo, foi punido, nesta sexta-feira, pela Federação Francesa de Tênis, com multa e não será convocado para os Jogos Olímpicos de Tóquio, no Japão. O tenista tem criado polêmica por sua má conduta dentro e fora de quadra.

"Seu comportamento está sendo profundamente inapropriado desde o começo do ano, batia seriamente nos valores do esporte, a imagem do tênis é totalmente incompatível com o espírito olímpico", disse Gilles Moretton, novo presidente da FFT.

No comitê que deu a punição ao atleta estão dois ex-tenistas importantes da França como Sebastien Grosjean e Nicolas Escudé.

Foram utilizados exemplos como a partida de 4 de março no ATP 250 em Buenos Aires, contra Francisco Cerundolo: "Benoît Paire se comportou de forma antidesportiva e inadequada tanto na quadra (cuspindo, xingando, com final descuidado da partida) além de comportamento impróprio fora (reação nas redes sociais)."

"Este comportamento não foi isolado (vários episódios anteriores de rompimento, xingamentos, etc.), o comitê de ética da FFT decidiu pela primeira vez abordar a situação ex officio, em aplicação do 'Artigo 28 dos Regulamentos Administrativos da FFT que, em particular, o instrui a garantir o cumprimento das regras éticas do esporte e os princípios éticos aplicáveis ​​a todos os jogadores do tênis francês."

"Neste contexto, o Presidente da FFT, Gilles Moretton, falou com Benoît Paire para lhe lembrar que os jogadores profissionais têm o dever de respeitar os valores do desporto e do ténis e as responsabilidades particulares que os devem conduzir. vis-à-vis a comunidade do tênis e, mais amplamente, a juventude do país."

A FFT levou em consideração as desculpas pedidas pelo atleta em carta enviada e não o puniu na ocasião, mas a reincidência na partida contra Jordan Thompson em Monte Carlo obrigou a novas reuniões e decisão de punição ao atleta.

"A Comex considera que o jogador não está em condições de cumprir os requisitos para participação nos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos, conforme definidos nos Princípios de seleção principais para os JOPs de Tóquio adotados pelo Conselho Executivo do CNOSF em 12 de novembro de 2018, nas regras de seleção estabelecidas pelo Federação Internacional de Tênis em 18 de fevereiro de 2019 alterada em junho de 2020, bem como a Carta de ética e conduta profissional do esporte francês adotada pela assembleia geral do CNOSF em 12 de maio de 2012.

"Nesta base, a Comex redigiu um projeto de decisão para excluir Benoît Paire de uma eventual seleção para os Jogos de Tóquio. Depois de deixar ao jogador a opção de reagir, o que fez de forma construtiva, o Comex confirmou a sua decisão na reunião de 23 de abril de 2021. Benoît Paire não poderia, portanto, ser selecionado para representar a França nos Jogos que terão início em Julho."

A FFT terminou o comunicado informando que ofereceu ajuda ao atleta.

Paire é o atual 4º francês no ranking e seria o último em simples a ser convocado para a Olimpíada. No momento, Jeremy Chardy e Richard Gasquet vão brigar por essa vaga. Acima de Paire estão Gael Monfils, Ugo Humbert e Adrian Mannarino.

Últimas