Lance Netos de Pelé, filhos de Sandra Regina perdoam Rei: 'O amor vence todas as coisas'

Netos de Pelé, filhos de Sandra Regina perdoam Rei: 'O amor vence todas as coisas'

Octávio Felinto e Gabriel Arantes marcam presença no velório de Pelé, realizado na Vila Belmiro, e prestam homenagem ao avô

Lance
  • Lance | por Lance

Kely e Flavia com Gabriel e Otávio no hospital durante internação de Pelé

Kely e Flavia com Gabriel e Otávio no hospital durante internação de Pelé

Reprodução Instragem @iamkelynascimento

Filhos de Sandra Regina e netos de Pelé, Octávio Felinto e Gabriel Arantes prestaram homenagens ao Rei do Futebol no velório realizado na Vila Belmiro, estádio do Santos. Na chegada à cerimônia, os netos do maior jogador de todos os tempos atenderam aos jornalistas e afirmaram que perdoaram o avô no leito de morte por não ter reconhecido a paternidade da mãe.

- Muito difícil tudo isso, mas eu acredito que a gente conseguiu finalizar perdoando. Esse é o legado que tem que ser deixado: o perdão e o amor vencem todas as coisas - disse Octávio, na Vila Belmiro.

Pouco antes da morte de Pelé, os dois foram ao Hospital Albert Einstein para visitar o Rei, internado por cerca de um mês. Eles foram convidados por Kely Nascimento, filha de Pelé, e outros familiares. À imprensa, Gabriel revelou como foi estar ao lado de seu avô.

- Os últimos momentos foram muito bons, apesar de tristes. Estávamos nos Estados Unidos e uma das minhas tias me ligou, a pedido do meu avô. Voltamos de prontidão direto para o (Hospital Albert) Einstein Conversamos, falei para ele tudo, o quanto o admirava como jogador e como pessoa. Ficamos com as mãos entrelaçadas orando, conversando… foi um momento muito triste, mas muito importante para mim e para o meu irmão - contou Gabriel, que carrega o sobrenome Arantes nas redes sociais.

Mãe de Octávio e Gabriel, Sandra Regina é a filha mais velha de Pelé, nascida em 1964, fruto de um caso extraconjugal do atleta. No entanto, o camisa 10 do Santos e da seleção brasileira só reconheceu a paternidade por força judicial.

Aos 27 anos de idade, Sandra foi atrás do Rei para ser reconhecida como sua filha. Porém, Pelé não criou laços afetivos e não se aproximou dela, mesmo após realização de exame de DNA.

Em 1996, após diversos recursos movidos por Pelé, o Supremo Tribunal de Justiça (STJ) reconheceu Sandra Regina como filha do Rei. 

Em 1998, Sandra publicou o livro "A Filha que o Rei Não Quis", que conta a sua história com Pelé. Em 2000, ela se aventurou na vida política, sendo eleita vereadora de Santos.

Entre as suas atividades, lutou e conseguiu que a rede pública da cidade oferecesse exames de DNA de forma gratuita. Sandra Regina morreu em 2006, após complicações em decorrência de um câncer de mama, aos 42 anos.

Pelé morreu na última quinta-feira, aos 82 anos, lutando contra um câncer no cólon. Nesta segunda-feira, se iniciou velório na Vila Belmiro, estádio onde brilhou com a camisa do Santos. Amanhã, às 10h, o caixão do Rei será levado para o Memorial Necrópole Ecumênico.

O ídolo mundial será enterrado no cemitério, com cerimônia restrita aos familiares e amigos próximos.

Últimas