Lance Nadal salva 2 match-points e bate Shapovalov em 3h27 em Roma

Nadal salva 2 match-points e bate Shapovalov em 3h27 em Roma

Jogo emocionante foi pouco mais curto que a final no ATP de Barcelona

Lance
Lance

Lance

Lance

Rafael Nadal usou sua força de vontade e luta em um dia jogando mal para virar contra o canadense Denis Shapovalov, 14º colocado, e garantir vaga nas quartas de final do Masters 1000 de Roma, na Itália.

O espanhol terceiro do mundo e nove vezes campeão do torneio se viu contra a parede com 6/3 3/0 abaixo, mas virou para marcar 3/6 6/4 7/6 (7/3) após batalha de 3h27min de duração na quadra central do Foro Itálico. O natural de Manacor salvou dois match-points.

Esta foi sua terceira vitória em quatro jogos contra o canhoto canadense, segunda em Roma repetindo a dose de 2018. Ele alcança sua 455ª vitória no saibro contra 42 derrotas e pode ter uma revanche diante do alemão Alexander Zverev, sexto do mundo, que o bateu semana passada nas quartas em Madri, na Espanha. Zverev precisa vencer o japonês Kei Nishikori, 45º, nas oitavas de final.

O jogo

Nadal começou mais lento e errático e rapidamente Shapovalov quebrou duas vezes e abriu 4 a 0. Rafa então recuperou uma das quebras, encostou em 4/3, mas Shapovalov foi irresistível pressionando e fechando com quebra após game super longo onde Nadal teve 40 a 15 e outras chances para confirmar. Shapovalov marcou 6/3 em 56 minutos.

No segundo set a confiança falou alto no começo e o canadense abriu 3 a 0. O canadense teve 40 a 0 no quinto game no saque, mas viu Rafa reagir. A devolução da quebra fez Rafa ganhar confiança. Nadal fez cinco games seguidos, abriu 5 a 3, teve um set-point bem salvo com saque aberto do canhoto canadense. No game seguinte, Nadal não desperdiçou e fechou por 6/4 após 1h10min.

No terceiro set o drama ficou ainda maior. Shapovalov abriu uma quebra em 3 a 1, Nadal devolveu logo a seguir e pressionou para quebrar o rival no 4 a 4, mas Shapovalov salvou três breaks. O canadense teve dois match-points no 12º game, mas cometeu erros e no tie-break, Denis começou errático, Nadal jogou bolas firmes, abriu 6 a 2 e fechou na segunda chance.

Últimas