Lance Morre Nilson Batista, tetracampeão mineiro e 11º maior artilheiro da história do Atlético-MG

Morre Nilson Batista, tetracampeão mineiro e 11º maior artilheiro da história do Atlético-MG

Ex-atacante marcou 125 gols com a camisa do Galo, sendo 49 no estádio do clube

Lance
  • Lance | por Lance

Nilson Batista marcou 49 gols no Estádio Independência

Nilson Batista marcou 49 gols no Estádio Independência

Divulgação/ Atlético-MG

Nesta terça-feira (12), Nilson Batista Cardoso, ex-atacante que brilhou com a camisa do Atlético-MG entre 1955 e 1966, morreu aos 84 anos em sua cidade natal, Itabirito, município ao sul de Minas Gerais.

Nilson Batista deixou um legado como o 11º maior artilheiro da história do Atlético-MG, tendo marcado 125 gols com a camisa do Galo. Seu feito é ainda mais notável, já que nenhum outro jogador superou sua marca de 49 gols no Estádio Independência.

Ao longo de sua passagem pelo Atlético, Nilson Batista conquistou o título de tetracampeão mineiro nos anos de 1955, 1958, 1962 e 1963. Seu ex-companheiro na histórica conquista estadual de 1962, Procópio Cardoso, lamentou a morte de Nilson.

Clique aqui e receba as notícias do R7 Esportes no seu Whatsapp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

"Soube agora do falecimento do Nilson centroavante raçudo e artilheiro campeão comigo em 1962 no meu primeiro título pelo Atlético. Um dos melhores amigos que fiz no futebol. (...) Meus pêsames à família", disse Procópio.

O Atlético também lamentou a morte do artilheiro. "O Galo lamenta profundamente a morte do ex-atacante Nilson Batista Cardoso, 11° maior artilheiro da história do clube. (...) Em 2021, Nilson passou a integrar o Programa Imortal, projeto do Instituto Galo voltado para a valorização de ex-jogadores e ex-funcionários. O Galo se solidariza aos familiares e amigos do ex-atleta", escreveu o clube.

Veja sete curiosidades de como era o mundo na última vez que um brasileiro ganhou o Mundial

Últimas