Lance Michael Jordan doará R$ 5,2 milhões para auxiliar alunos negros

Michael Jordan doará R$ 5,2 milhões para auxiliar alunos negros

Ajuda financeira fará com que Morehouse College, universidade que formou Spike Lee, conceda bolsas aos estudantes

Lance
  • Lance | por Lance

Auxílio será para universidade financiar estudos de alunos negros

Auxílio será para universidade financiar estudos de alunos negros

Lance

O superastro e ídolo da NBA Michael Jordan vem fazendo a diferença também fora das quadras, ao doa um milhão de dólares (R$ 5,2 milhões, na cotação atual) para ajudar na formação de alunos negros em jornalismo e estudos do esporte. A informação foi divulgada pela própria instituição beneficiada.

A Morehouse College, universidade historicamente negra focada no estudo de artes liberais, já formou figuras notáveis dos Estados Unidos, como o diretor de cinema Spike Lee e o ator Samuel L. Jackson.

"A Morehouse agradece Michal Jordan pelo investimento na educação de afro-americanos talentosos. A doação vai garantir justiça, equilíbrio e verdade na forma como as histórias dos esportes são enquadradas na forma como a experiência afro-americana é contextualizada dentro da história americana", disse Monique Dozier, uma das diretoras da instituição.

A filantropia de Michael acontece em um momento delicado financeiramente em sua vida pessoal. Segundo levantamento da "Revista Forbes", o ex-Chicago Bulls, atualmente com 58 anos, e que é dono de alguns negócios, entre eles a franquia Charlotte Hornets, teria perdido R$ 2.8 bilhões desde abril de 2020. 

A doação, que teve participação da empresa Nike, faz parte do projeto 'Black Commynity Commitment' (Compromisso com a comunidade negra), que teve pontapé inicial a partir de uma doação do cineasta Spike Lee.

Esse programa pretende combater a falta de lideranças negras no jornalismo esportivo e no atletismo. Desde o inicio do projeto, mais de 80 ex-alunos já conseguiram um posicionamento no mercado dentro das áreas relacionadas.

Últimas