Lance Messi doa a argentino cego dispositivo que permite ler textos e identificar cores

Messi doa a argentino cego dispositivo que permite ler textos e identificar cores

'Vou conhecer outro mundo', diz Rafaelino Pablo Tiraboschi

Lance
Lance

Lance

Lance

Craque dentro e fora de campo, não é raro ver Lionel Messi ajudando outras pessoas. Dessa vez, o jogador do PSG e sua esposa, Antonella Roccuzzo, doaram ao argentino Rafaelino Pablo Tiraboschi, de 36 anos, um dispositivo de inteligência artificial que permite cegos lerem textos e identificarem cores.

- Foi uma cadeia de favores. Me mandaram um vídeo [do dispositivo] e eu compartilhei. Logo, uma amiga o compartilhou, e chegou ao círculo íntimo da Antonella, assim Leo ficou sabendo. Logo me chamaram da OrCam, companhia com a qual Messi colabora, que promove o uso da tecnologia para pessoas cegas ou com deficiência visual - disse Pablo em entrevista à Next TV.

+ Veja a posição do seu time no Brasileirão!

O aparelho funciona acoplado a um óculos e é capaz de transmitir a leitura de códigos de barras, cardápios de restaurantes, bulas de remédios, textos em revistas, revelar cores e pessoas. O dispositivo ostenta uma câmera com 13 megapixels e carrega as informações por meio de uma 'voz'.

- Vou conhecer outro mundo. O Leo é enorme, é fabuloso - completa, emocionado, Pablo Tiraboschi.

Durante a pandemia, Messi também se juntou à luta contra o COVID-19 e doou dinheiro para instituições que estão combatendo a pandemia com o intuito de comprar suprimentos médicos. O craque fez uma doação no valor de 1 milhão de euros (cerca de R$ 5,4 milhões, na cotação atual) divididos entre o hospital Clínic, em Barcelona, e mais um centro na Argentina, seu país natal.

Hoje no PSG, o camisa 30 é cotado para vencer a Bola de Ouro pela sétima vez. Segundo a RTP, Rádio e Televisão de Portugal, o craque argentino, inclusive, já teria sido informado que conquistou o prêmio de melhor jogador do mundo em 2021, e concedeu entrevista a France Football.

Últimas