Lance Mauro Cezar diz que se Gérman Cano fosse de 'altíssimo nível' não estaria no Vasco. Torcida ficou na bronca

Mauro Cezar diz que se Gérman Cano fosse de 'altíssimo nível' não estaria no Vasco. Torcida ficou na bronca

Torcedores entendem que Mauro optou por minimizar o atacante em grande momento do Vasco na temporada; jornalista usou Twitter para explicar análise

Lance
Lance

Lance

Lance

Vascaínos usaram o Twitter para criticar o comentarista Mauro Cezar, da ESPN, que afirmou durante o 'Sportcenter', na noite desta quinta-feira, que se German Cano fosse jogador de alto nível estaria em um clube com melhores condições que o Vasco.

- Se ele fosse um atacante de altíssimo nível ele não iria para Colômbia e viria jogar no Vasco na situação que o Vasco está sem dinheiro. Ele estaria na Europa, no Boca ou no Racing (...) É um jogador que nunca teve destaque que saiu ai pela América do Sul por ai para tentar sucesso. Ele é experiente, tem boa colocação e acho que ele ta vivendo aquela faze que o centroavante vive, que teve na Colômbia e tá vivendo agora - criticou o jornalista.

A torcida ficou na bronca com a opinião de Mauro sobre Cano, já que o argentino vem sendo o grande diferencial da equipe na temporada. Dos 18 gols marcados pelo Vasco, 12 foram do argentino. Um perfil afirmou que Mauro não é parcial e critica o Vasco até nos bons momentos.

- Olhem o que o Mauro Cezar Falou do Artilheiro do Vasco, Gérman Cano. Pra ser Comentarista esportivo tem que ser Imparcial. Esse Cara Nunca Fala bem do Vasco nem na Vitória - afirmou.

Mauro ainda comparou Cano com Hernane Brocador na época de Flamengo e recebeu novas críticas da torcida.

- Vasco invicto, Mauro Cezar se prestou a comentar: Vasco parece o Leicester;
comparou Cano a brocador; disse que se Cano fosse bom não estaria no Vasco. Morde as costas - disse o torcedor.

No Twitter, Mauro mostrou dados e justificou que a comparação feita por ele sobre os atacantes é sobre os toques na bola durante a partida.

- Ainda sobre Cano e Brocador. O argentino tentou 12,6 passes em 3 jogos pelo Vasco na Série A. Dos titulares vascaínos é quem menos toca na bola. No Brasileiro 2013 o ex-atacante do Fla, em grande fase, tentou 16,5 por partida. Não é critica, só análise. Há semelhanças, aceitem

Últimas