Marcos Rocha cobra mais respeito de Chiellini pela história de Felipe Melo

Lateral-direito lembra que o atual capitão do Palmeiras é tão agradável para o grupo que foi seu padrinho de casamento e ressalta sua história com mais de 10 anos na Europa

Lance

Lance

Lance

Ao promover sua autobiografia, em uma entrevista ao La Repubblica, Chiellini chamou Felipe Melo de "pior dos piores, uma maçã podre". Mas Marcos Rocha, amigo do capitão do Palmeiras, não somente defendeu o colega como cobrou que o zagueiro italiano respeite toda a história do camisa 30 do Verdão.

- O Felipe merece muito respeito. É um jogador vitorioso, jogou mais de 10 anos na Europa, Seleção Brasileira, campeão por onde passou. É super meu amigo, foi meu padrinho de casamento. Merece respeito por toda a história que tem no futebol - disse o lateral-direito à ESPN.

- É um cara super agradável, de grupo. Sempre procura passar sua experiencia a nós, jogadores. Principalmente, aos mais jovens. Tem gana de vencer sempre, não aceita corpo mole nos treinos e jogos e se preocupa muito em cobrar da diretoria as melhores condições para que apresentarmos nosso melhor dentro de campo - continuou o camisa 2 do Palmeiras.

Na polêmica entrevista em que falou de Felipe Melo, Chiellini não poupou críticas ao seu companheirona Juventus entre as temporadas de 2009 e 2011, afirmando até que questionou o caráter do ex-colega em conversa com a diretoria na época.

- O pior era o Felipe Melo: o pior dos piores. Não aguento pessoas que não têm respeito e que são sempre do contra. Você sempre está à beira de brigar com ele. Eu disse aos dirigentes que ele era uma maçã podre - afirmou o zagueiro, rebatido por Felipe Melo, em entrevista ao site do La Gazzetta Dello Sport.

- Quando estive em Turim, nunca desrespeitei ninguém: meus companheiros, dirigentes, a Juventus. É muito fácil falar mal dos outros em um livro. Talvez esse zagueiro esteja com raiva de mim, porque, quando fui para o Galatasaray, vencemos (a Juventus) na Liga dos Campeões. Ou porque a Inter ganhou tudo e sou interista. Vencemos a Itália por 3 a 0 na Copa das Confederações em 2009. Em nível internacional, (Chiellini) nunca ganhou nada - disse Felipe Melo.