Mano vê empate 'amargo' e diz que VAR 'não pode ter camisa'

Técnico do Palmeiras opina sobre as polêmicas do árbitro de vídeo ao longo Brasileiro e diz que o clube alviverde ainda segue na briga pelo título

Mano Menezes criticou as várias interpretações do VAR durante o Brasileirão

Mano Menezes criticou as várias interpretações do VAR durante o Brasileirão

Lance

O Palmeiras quase conquistou os três pontos, mas o VAR polemizou no fim. Neste domingo (29), aos 39 minutos, o gol de Bruno Henrique foi anulado e a partida contra o Internacional acabou empatada em 1 a 1, no Beira-Rio, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Após a partida, o técnico palmeirense, Mano Menezes, afirmou que o lance foi difícil de analisar e vê empate amargo fora de casa.

"A bola bate na mão do zagueiro do Internacional e raspa na mão do Willian. Isso não tem dúvida, está claro na imagem para nós. Ele marcou, depois da revisão, a bola do Willian. O Willian, antes da bola bater na mão dele, sofreu uma falta bem em frente à área. É muito complexo o lance, muito difícil. De maneira nenhuma foi voluntário o lance, e não é o lance de acabamento da jogada. Me parece que a regra nova fala que você não pode fazer um gol com a mão. Mas ao sofrer a falta e levar vantagem nisso não está escrito em lugar nenhum. É nítido que o Willian não tem intenção. A gente fica chateado porque há interceptações diferentes do VAR", disse o treinador.

Leia também: COSME: Apesar do escândalo de Mano, o VAR acertou. Empate justo

"Nós assistimos todos os jogos, uma hora é uma coisa e outra hora outra. Ontem vimos lance de cartão vermelho que o VAR não chamou. Todos chegamos na conclusão que era lance de cartão vermelho. Isso decide um campeonato. Não pode decidir campeonato porque vai ser ruim para a nova ferramente que estamos implantando. O VAR não pode ter camisa, o VAR não pode ter pressão, o VAR não pode ter estádio. Tem que ter uma linha de conduta para que todos saibamos que tem que se comportar. Sabemos que não foi o caso dessa semana, ficou claro", complementou Mano.

TABELA
-> Veja e simule a classificação do Brasileiro

O treinador também comentou sobre o resultado final da partida. Para Mano Menezes, o houve domínio do Internacional na maior parte do jogo.

"Saímos com um gosto amargo. Poderíamos ter vencido, fizemos o gol para vencer. Os primeiros trinta minutos foi do Internacional, e em um jogo grande como esse precisamos jogar como na segunda parte. Aí poderíamos ter construído a vitória", analisou.

Leia também: Galiotte reclama de VAR: 'Que arbitragem atue de forma séria'

O treinador ainda foi questionado sobre a possibilidade de título. Ele confirmou que não tem nada definido e que há muitos jogos pela sequência do Brasileiro.

"Eu vejo a rodada da seguinte forma, analisando friamente a questão técnica. Mantivemos a diferença para o líder jogando fora de casa e empatando. Se manteve a diferença. O líder jogando em sua casa e empatando, e nós fora de casa e empatando. A gente sabe que o campeonato é feito de rodadas como essa. Às vezes, o adversário pode aumentar a vantagem e você não deixa. Teremos muitas rodadas pela frente para tentar desmanchar essa diferença de pontos", concluiu Mano Menezes.

O empate com o Inter acabou com a sequência de vitórias de Mano Menezes no comando do Palmeiras. O técnico, agora, tem cinco vitórias e uma igualdade. Mas está suspenso contra o Atlético-MG, no próximo domingo, por conta do terceiro cartão amarelo. Com o resultado, o Palmeiras perdeu a oportunidade de se aproximar do Flamengo e permanece na vice-liderança, com 46 somados.

Brasileiros se destacam na Europa; veja a rodada deste fim de semana: