Mandato presidencial no Inter sofre alteração

Em eleição realizada no último domingo, os sócios aumentaram de dois para três anos o tempo de mandato


Com o término da temporada brasileira, o Internacional vive dias políticos intensos. No último domingo, os associados votaram por aumentar o mandado de presidente. Agora, ao invés de dois, serão três anos. A mudança já é válida para as próximas eleições, marcadas para 2021.

Além da presidência, o mandato dos conselheiros também sofreu alterações. Atualmente, são quatro anos, mas a partir de agora serão seis anos.

Outro fato que chamou a atenção foi a baixíssima participação dos sócios. O quatro do Colorado possui mais de 100 mil pessoas, mas apenas 2.207 participaram da votação.