Luxa exalta domínio palmeirense, mas classifica empate como ruim

Treinador palmeirense lamentou chances perdidas e ainda mandou indireta para críticos que comparam seu trabalho com o de técnicos estrangeiros

Luxemburgo aprovou desempenho do Palmeiras

Luxemburgo aprovou desempenho do Palmeiras

Lance

Vanderlei Luxemburgo não gostou do empate do Palmeiras contra o São Paulo. O treinador palmeirense enalteceu as qualidades da sua equipe, que teve o domínio do jogo, mas não converteu as chances criadas, o que levou o resultado a ser considerado como ruim.

"Acho que ficou ruim para nós (o empate). Ficamos muito mais próximos da vitória do que o São Paulo. Tivemos mais possibilidades de fazer o gol. O Palmeiras soube girar a bola, equilibrar com o calor, se pegar os 15 minutos após a parada técnica, o Palmeiras teve domínio total de jogo, virando a bola para esquerda, direita, sem deixar o São Paulo escapar", disse.

Questionado em que estágio classificaria o seu trabalho no clube atualmente, Luxa desconversou sobre o o assunto e aproveitou para dar uma alfinetada nos críticos, que ficam comparando os trabalhos de técnicos brasileiros com os estrangeiros.


"Não gostaria de entrar nisso aí. O Brasil está com uma necessidade muito grande de hipervalorizar o técnico, como se o técnico fosse a coisa mais importante do futebol. Meu trabalho segue. Pessoas que falaram uma porção de coisas. Vejo que o futebol não mudou. Tudo o que tem de novo eu já vi. Fui olhar de perto, eu já conhecia. Modernizou tecnologia, uma série de coisas, mas sem essa hipervalorização do técnico", disse.

Craques da NBA lamentam morte trágica de Kobe Bryant