Luxa cria 'projeto Seleção' para Dudu e o quer mais egoísta no Palmeiras

Ainda que seja o artilheiro do clube no século, atacante é marcado por suas assistências. Técnico tem incentivado o camisa 7 a finalizar mais e buscar mais gols para ser convocado

Lance

Lance

Lance

Dudu é o artilheiro do Palmeiras no século, mas Vanderlei Luxemburgo quer ver o camisa 7 fazendo ainda mais gols. Depois de poupá-lo contra o Oeste, o técnico deve escalar o atacante neste domingo, às 16h, contra o Red Bull Bragantino, pela quarta rodada do Paulistão. O chefe quer fazer o ídolo alviverde voltar à Seleção Brasileira.

Autor de 68 gols pelo Verdão, Dudu é conhecido por seus dribles e capacidade de servir companheiros: são 76 assistências pelo clube. Pois a ideia de Luxa é que o jogador seja mais "egoísta" e pense em tentar a finalização antes de dar um passe.

- Atacante precisa gostar de gol. Eu estou em um trabalho individual com eles, mas com o Dudu principalmente, porque ele tem qualidade para chegar à Seleção Brasileira. Eu perguntei se ele quer a Seleção, e ele me disse que sim. Então tem que avançar e treinar mais, se aprimorar mais e gostar de uma coisa que ele não gosta muito, que é fazer gols - explicou Luxemburgo, em entrevista à TV Palmeiras.

- Ele prefere servir mais do que fazer. Ele faz gols, só que eu quero que ele seja um pouco mais egoísta quando tiver duas decisões a tomar: fazer o gol ou dar o passe o companheiro. A primeira opção do atacante é fazer o gol, a segunda é passar para o companheiro - acrescentou.

Dudu foi um dos artilheiros do Palmeiras na temporada passada, em que marcou 13 vezes em 65 partidas. O melhor ano do atacante neste quesito foi em 2017, quando teve 16 gols em 53 partidas (veja a lista ano a ano abaixo). Nos quatro jogos que fez nesta temporada, o camisa 7 ainda não marcou e tem uma assistência. É, porém, quem mais driblou neste início de Paulistão.

Ainda que tenha sido eleito o craque do Brasileirão de 2018 e nos últimos anos esteja entre os principais jogadores do futebol no país, Dudu tem poucas oportunidades na Seleção Brasileira.

No treino de quinta, Luxemburgo comandou um trabalho de finalizações e fez seguidos elogios aos chutes cruzados do "baixinho", forma como chama Dudu neste início de trabalho.

Ele foi poupado contra o Oeste para que fizesse um trabalho físico específico, como sequência da pré-temporada. O técnico considera o atacante um de seus principais jogadores e quer deixá-lo no ápice físico para os meses de fevereiro e março, quando terá de encaminhar classificações no Paulista e Libertadores.

Gols de Dudu ano a ano:

2019: 65 jogos e 13 gols
2018: 66 jogos e 14 gols
2017: 53 jogos e 16 gols
2016: 53 jogos e 9 gols
2015: 56 jogos e 16 gols