Lance Luisa Stefani brilha e joga sua maior final em Miami

Luisa Stefani brilha e joga sua maior final em Miami

Brasileira encara dupla japonesa no domingo

Lance
Lance

Lance

Lance

Luisa Stefani segue escrevendo seu nome no tênis feminino nacional e, na noite desta sexta-feira, alcançou sua maior final, no WTA 1000 de Miami, nos Estados Unidos, torneio com premiação de US$ 3,26 milhões, no piso duro.

A paulistana que mora e treina na Saddlebrook Academy, na Flórida, e a americana Hayley Carter derrotaram a dupla da canadense Gabriela Dabrowski e a mexicana Giulia Olmos por 2 sets a 1 de virada com parciais de 2/6 6/3 10/8 após 1h19min em partida disputada na principal quadra desta edição de um dos maiores eventos do mundo da série 1000 que só perde em importância para os quatro Grand Slams.

Luisa disputará sua oitava final na carreira, a maior dela, superando a semifinal do torneio de Roma, na Itália, em setembro do ano passado. Com Carter será a sétima decisão. Elas foram campeãs em Tashkent, no Uzbequistão, em 2019, e Lexington, nos EUA, em agosto do ano passado, e foram vices em 2019 em Seul, na Coreia do Sul, em 2020 em Estrasburgo, na França, em 2021 em Adelaide, na Austrália, e Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. A brasileira foi vice no fim do ano passado junto da própria Dabrowski em Ostrava, na República Tcheca.

A campanha vai dando para Luisa o melhor ranking de uma brasileira desde que o sistema oficial foi criado em 1975. Ela vai ocupar no mínimo a 26ª colocação e se for a campeã será a 24ª. Ela e Carter vão pulando para o quarto lugar no ranking do ano que classifica as oito melhores para o WTA Finals, em Shenzhen, na China, no fim do ano. Se forem as campeãs sobem para o segundo lugar.

A decisão será no domingo contra as japonesas Ena Shibahara e Shuko Ayomaka, dupla que as derrotou na final de Abu Dhabi no primeiro torneio deste ano e nas oitavas de Roland Garros ano passado e este ano nas oitavas do Australian Open. Luisa e Carter venceram nas oitavas do US Open ano passado.

Últimas