Lothar Matthäus pede desculpas ao Athletico por passagem frustrante como técnico

Em 2006, o alemão assumiu o comando da equipe, mas deixou o Furacão de forma repentina dois meses depois

Lance

Lance

Lance

Se apostar em treinador estrangeiro é moda no Brasil, em 2006 o Athletico foi um dos pioneiros e colocou suas fichas em Lottar Matthäus, campeão do Mundo com a Alemanha. Apesar da expectativa, o alemão deixou o Furacão repentinamente e caiu no desgosto da massa.

Em conversa com a ESPN, Matthäus foi sincero e mostrou que a saída do clube brasileiro ainda não é um assunto bem resolvido na sua vida.

‘Se eu pudesse mudar alguma decisão na minha vida, seria essa decisão, quando deixei Curitiba após dois meses. Eu tive alguns problemas familiares na Alemanha. Não acho que tenha sido correto da minha parte e, por isso, eu digo 12 ou 13 anos depois: Me desculpe, Athletico, por ter deixado vocês após dois meses’, afirmou.

Dentro de campo, o Athletico de Matthäus conseguiu bons resultados. Em oito partidas, o time venceu seis vezes e empatou outras duas.