Kaio Magno, Lucas Ribamar e Tiago Reis: a disputa pela reserva de Cano

Jovens centroavantes têm no argentino o obstáculo de um titular incontestável, mas a briga pela condição de suplente imediato também é acirrada no Vasco

Lance

Lance

Lance

O titular do comando de ataque do Vasco dispensa apresentações. Germán Cano é artilheiro e um dos jogadores mais regulares do Cruz-Maltino na temporada, se não o mais regular. A dúvida do ataque é: quem será o reserva? Lucas Ribamar, Tiago Reis, Kaio Magno e o recém-chegado Ygor Catatau disputam a vaga.

O ex-jogador do Madureira, na verdade, ainda nem foi anunciado oficialmente. Ribamar jogou dez jogos este ano, Tiago Reis participou de seis. Só que Kaio Magno, que fez do último jogo de Abel Braga o primeiro dele como profissional, também busca espaço. Até porque nenhum dos três fez gol em jogo oficial na atual temporada.

- Sem dúvida, os amistosos estão sendo importante. Tenho entrado pouco, mas acredito que a evolução vem com o trabalho. A gente veio de um resultado adverso do Fluminense, mas tive boa participação. A pandemia atrapalhou meu ritmo, jogo é muito diferente treino dia a dia - avaliou Kaio à Vasco TV, na última terça-feira. E completou:

- É importante pegar esse gostinho, friozinho na barriga e mostrar meu valor. São quatro atacantes e só dois vão estar nos jogos. Tento aproveitar ao máximo e mostrar meu futebol mais vezes - finalizou, desconsiderando o ainda não oficializado Catatau.

Nos dois jogos oficiais de Ramon Menezes até aqui, nenhum centroavante que não Cano teve espaço. Nos jogos-treinos contra Porto Velho-RO e Macaé, o argentino passou em branco em um, foi ausência em outro. Kaio Magno, Tiago Reis e Lucas Ribamar participaram de pelo menos parte de cada duelo. Ribamar e Kaio marcaram no último sábado.