Lance Jorginho pede demissão e não é mais técnico do Atlético-GO

Jorginho pede demissão e não é mais técnico do Atlético-GO

O treinador comandou o Dragão em apenas 13 jogos. No total, foram oito vitórias, quatro empates e apenas uma derrota, o que representa um aproveitamento de 71%

Lance
Lance

Lance

Lance

Neste sábado, o Atlético-GO anunciou que o técnico Jorginho pediu demissão do cargo. Em nota oficial, o clube informou que acatou a decisão. O agora ex-treinador do Dragão comandou o time em apenas 13 jogos. No total, foram oito vitórias, quatro empates e apenas uma derrota, o que representa um aproveitamento de 71%. Abaixo, confira a nota oficial do Atlético:

> Final da Copa da Inglaterra tem público de 21 mil torcedores em Wembley

O Atlético Clube Goianiense informa que neste sábado (15) o técnico Jorginho pediu o desligamento do clube. O Atlético acatou a decisão e agradece o treinador e seu auxiliar, Joelton Urtiga, pelos quase dois meses de parceria.

O Atlético Goianiense segue a sua rotina focado na Copa Sul-Americana, Brasileirão e Copa do Brasil!

Jorginho foi contratado no dia 5 de abril e, assim, ficou no cargo por apenas pouco mais de um mês. No Campeonato Goiano, o Dragão construiu uma campanha invicta até chegar à fase semifinal, quando perdeu para o Grêmio Anápolis por 1 a 0, no jogo de ida. Na volta, o Atlético venceu por 2 a 1, mas foi eliminado da competição nos pênaltis.

Pela Copa do Brasil, Jorginho esteve à frente do Atlético-GO, que conseguiu a classificação para a terceira fase da competição ao vencer o Joinville por 2 a 0, em Santa Catarina. O próximo adversário do Dragão é o Corinthians, mas a partida só será realizada em junho.

Na Sul-Americana, o clube ocupa a segunda colocação do Grupo F. O Dragão está atrás do Libertad, do Paraguai, que é justamente o próximo adversário. As equipes se enfrentarão na próxima quarta-feira, em partida válida pela quinta rodada da competição. Como só o primeiro colocado se classifica para a próxima fase, o time de Goiás estará eliminado em caso de derrota.

Os auxiliares João Paulo Sanches e Eduardo Souza comandam o time nos treinos e em jogos enquanto um novo técnico não é contratado.

Últimas