Jordan e Nike vão doar R$ 497 milhões na luta por igualdade racial

Dinheiro será oferecido pelos próximos 10 anos para instituições que atuam no combate contra injustiças. Movimento acontece após morte de George Floyd por policial branco

Lance

Lance

Lance

Em meio a onda de protestos nos Estados Unidos por igualdade racial após a morte de George Floyd, Michael Jordan e a Nike, através da marca Jordan Brand, prometeram doar cerca de 100 milhões de dólares (R$ 497 milhões) pelos próximos 10 anos para instituições que atuam no combate da causa.

Craig WIlliams, presidente da marca, confirmou a ajuda financeira em comunicado.

- Jordan Brand somos nós, a comunidade negra. Até que o racismo enraizado que faz com que as instituições do nosso país falhem seja erradicado, continuaremos comprometidos em proteger e melhorar a vida dos negros.

A companhia foi criada para desenvolver tênis próprios para que o ex-atleta pudesse atuar em seus tempos de NBA. Hoje a marca vende os modelos de Air Jordan, visto como um calçado casual em diversas pessoas. No último ano, a empresa arrecadou 3,14 bilhões de dólares (R$ 15,6 bilhões, na atual cotação).