Lance ITF unifica controle anti-doping com corrupção

ITF unifica controle anti-doping com corrupção

Órgão ITIA vai unificar a partir do dia 1º doping com corrupção e o investimento será o maior do tênis

Lance
Lance

Lance

Lance

A Federação Internacional de Tênis, anunciou, nesta quarta-feira, que vai unificar o combate ao anti-doping junto com o controle da corrupção no esporte. Os dois ficarão no encargo da ITIA, q International Tennis Integrity Association.

A ITIA foi um órgão criado a partir do antigo TIU (Tennis Integrity Union) para combater as manipulações de resultados e corrupção no tênis banindo, por exemplo, o brasileiro João Souza, o Feijão, em janeiro do ano passado.

A mudança será feita já no dia 1º de janeiro.

A mudança fará com que as questões de integridade no esporte em relação ao doping e à corrupção passem conjuntamente para os auspícios da ITIA, que é um órgão independente financiado pelos órgãos dirigentes do tênis. Nicole Sapstead foi nomeada em maio de 2021 como diretora sênior de antidoping e supervisionará o programa do esporte. A mudança foi apresentada como uma opção pelo relatório do Painel de Revisão Independente de 2018 e confirmada em princípio pelos Órgãos Diretores Internacionais do esporte em 2019.

Jennie Price, Presidente do Conselho de Supervisão da Integridade do Tênis, disse: "Ter uma organização totalmente integrada trabalhando tanto em antidoping quanto em anticorrupção cria uma grande oportunidade para o esporte. Inteligência e recursos compartilhados nos tornarão mais eficientes e, o mais importante, mais eficazes. Este é o resultado de um grande planejamento nos últimos doze meses para garantir que estejamos prontos para começar a trabalhar em 1º de janeiro. A independência da ITIA é crucial quando se trata de questões de integridade, e o tênis pode se orgulhar de estar liderando o caminho ”.

David Haggerty, presidente da ITF, disse: “Este é um momento muito importante para o tênis. Como esporte, nos comprometemos com mais transparência e total independência na forma como os programas de doping e anticorrupção são administrados. Trabalhamos em estreita colaboração com a ITIA para garantir uma transferência perfeita de responsabilidades e esperamos apoiar seus esforços no futuro. ”

Todos os jogadores profissionais serão contatados conjuntamente pela ITF e pela ITIA nas próximas semanas para confirmar a mudança e fornecer mais detalhes sobre as mudanças no Programa Antidopagem de Tênis e atualizações na lista de substâncias proibidas da Agência Mundial Antidopagem (WADA). A partir de 1º de janeiro de 2022, o site da ITIA irá integrar todas as informações do Programa Antidopagem de Tênis.

Além de finalizar a integração do antidoping, as regras do Programa Anticorrupção do Tênis para 2022 também foram acordadas pelo Conselho de Supervisão de Integridade do Tênis. As regras agora incluem uma cláusula de “associação proibida”, espelhando os regulamentos antidopagem. Isso significa que jogadores, treinadores ou dirigentes que foram punidos por crimes anticorrupção não podem mais ter qualquer associação esportiva ou profissional com participantes do esporte, seja dentro ou fora dos eventos sancionados. Além disso, há mais espaço para as investigações cruzarem os códigos para permitir que as evidências de casos anticorrupção sejam usadas em investigações antidopagem e vice-versa.

O Conselho também aprovou um orçamento de US$ 15,8 milhões para as operações da ITIA em 2022 para cobrir os esforços anticorrupção e antidopagem. Isso representa o maior investimento em integridade de todos os tempos.

Últimas