Lance Implantes mamários e a prática de esportes

Implantes mamários e a prática de esportes

Implantes mamários e a prática de esportes

Lance
Lance

Lance

Lance

A busca pelo corpo perfeito, sarado, com um bumbum avantajado e seios volumosos tem lotado as academias e as clínicas de cirurgias plásticas de mulheres que vão em busca dos famosos implantes mamários. Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgias Plásticas (SBCP), a intervenção cirúrgica para colocação de prótese de silicone mamária representa 18,8% de todas as operações plásticas realizadas no Brasil, uma média de 319 mil próteses de silicone por ano.

Mas antes de partir para a decisão final, é preciso estar bem informada e orientada sobre o melhor implante a ser realizado, riscos e cuidados que farão parte da vida após a cirurgia. Uma delas é a relação direta entre atividade física e as próteses de silicone. Você é atleta, rata de academia ou não abre mão do crossfit? Entenda o que muda com a chegada dos “novos seios”, com a cirurgiã plástica Maiéve Corralo, diretora do Instituto Maiéve Corralo em Copacabana (RJ) e membro da SBCP:

Existe algum impacto direto na prática esportiva após implantes de silicone nos seios?

MC – Em todas as cirurgias plásticas, a colocação da prótese de silicone é a que menos influência na prática esportiva, especialmente quando o implante é colocado por cima do músculo. Normalmente o paciente é liberado para atividade física total por volta de 45/60 dias, obviamente que nestes primeiros dois a três meses sempre com o uso de um top bem justo para evitar muito movimento no implante.

O que muda com os implantes? Existe alguma restrição ou riscos com alguma prática esportiva, tipo de treino, carga, se sim, quais?

MC – Quando o implante é subglandular, por cima do músculo, não há restrições nem de carga, nem de treino, exceto nos dois meses iniciais. A restrição um pouco maior se refere aos casos em que o paciente tem indicação de colocar a prótese por baixo do músculo. Normalmente para pacientes que utilizam muito a musculatura peitoral, a gente evita colocar o implante submuscular. A hipertrofia do peitoral, movimento de contração muscular do membro superior, pode causar uma depressão, uma deformidade na superfície da prótese.

Sempre que possível, em atletas de alta performance, pessoas que gostam de muita atividade física, que demandam muita atividade do membro superior ou frequentadores assíduos de musculação, crossfit, jogadores de tênis, vôlei, basquete, a gente evita a colocação de implantes submusculares, até porque esse tipo de implante vai causar uma restrição um pouco maior para o retorno das atividades de membro superior, além de aumentar as chances de deslocamento da prótese, hematomas e até seroma tardio.

Fala-se muito dos efeitos negativos da corrida para as mulheres. Ao colocar silicone nos seios esses efeitos tendem a aumentar ou diminuir?

MC – O efeito da corrida para as mulheres, assim como nos homens, é negativo no sentido em que como qualquer atividade aeróbica, acarreta na perda de peso, e consequentemente de tecido celular subcutâneo (gordura). Falando especificamente da mama, temos a questão da gravidade. Quando a mulher corre, a mama balança e esse balanço tende a forçar a pele e com isso fazer a chamada ptose mamária, a queda da mama. Obviamente, quanto mais pesada a mama, mais balanço, mais tensão do peso dessa prótese sob a pele, e uma tendência maior da queda da mama.

Quais cuidados são recomendados? Ex: Tipo de top, blusa.

MC – Para evitar o efeito da gravidade sobre o peso da prótese da mama, o recomendado é usar um top bem justo, dependendo do tamanho da mama, orientamos colocar até dois tops para comprimir bem essa mama contra o tórax e evitar esse balanço durante a corrida. Então, com o uso dos tops bem justinhos conseguimos minimizar os riscos, os efeitos da gravidade sobre a ptose mamária.

É importante falar que a gravidade vai agir na mama seja a prótese por cima ou por baixo do músculo. Para todas as mulheres que desejam aumentar as mamas com implantes de silicone o recado é: “usar sutiã na maior parte do tempo possível e na atividade física usar um top bem reforçado”. Com isso conseguimos manter a mama no lugar mesmo que a prótese seja por cima do músculo, que é o ideal para pacientes praticantes assíduas de atividade física.

Qual tempo recomendado seguro para voltar a praticar atividade física de baixo e alto impacto após o implante de silicone nos seios?

MC – Para atividade física de baixo impacto, com membro inferior, abdominal, bicicleta ergométrica, desde que não tenha apoio com o braço, e caminhada, é possível retomar os treinos a partir de 15 a 20 dias, após a cirurgia. Já para as atividades de alto impacto, com membro superior e elevação de carga, a recomendação é esperar um período mínimo de 45 a 60 dias, dependendo do caso. Nos casos em que os implantes foram realizados por via submuscular, como já mencionei acima, é necessário uma análise individual, mas o prazo mínimo é entre 60 e 90 dias.

Últimas