Lance Hamilton completa 39 anos; relembre melhores momentos do piloto na Fórmula 1

Hamilton completa 39 anos; relembre melhores momentos do piloto na Fórmula 1

Heptacampeão mundial, o britânico também coleciona diversas histórias no mundo do automobilismo

Lance
Lance

Lance

Lance

Lewis Hamilton assoprou as velinhas e completou 39 anos neste domingo (7). O lendário piloto de Fórmula 1 coleciona diversas histórias e feitos na categoria. Empatado com Michael Schumacher em títulos, ambos com sete, o representante da Mercedes no grid já deixou a sua marca no automobilismo dentro e fora das pistas.

De voltas rápidas à representatividade, o Lance! apresenta os melhores momentos do heptacampeão na Fórmula 1.

➡️ Siga o Lance! no WhatsApp e acompanhe em tempo real as principais notícias do esporte

️ CANADÁ 2007

Com aquele famoso clichê, a primeira vitória ninguém esquece, Lewis venceu pela primeira vez na carreira logo na sexta corrida, em Montreal, no Canadá. Largando na sua primeira pole, Hamilton manteve o comando de 67 das 70 voltas, com uma prova de quatro entradas do safety car.

️ INGLATERRA 2008

Em casa, Hamilton perdeu uma pole surpreendente para o companheiro Heikki Kovalainen. No entanto, mesmo embaixo de chuva, o britânico não se incomodou com o finlandês e disparou para o lugar mais alto do pódio. Enquanto os rivais pelo título, Felipe Massa, Kimi Raikkonen e Robert Kubica rodaram, Lewis fez uma corrida de respeito sob pista molhada, colocando 1m08s de vantagem sobre o segundo colocado Nick Heidfeld, da BMW Sauber.

️ BRASIL 2008

Neste ano, Hamilton empatou o campeonato ao vencer o GP da China e levou a decisão para o Brasil. Na corrida, Felipe Massa venceu, sob chuva, a corrida, com Hamilton em sexto lugar antes de cruzar a linha de chegada. Até então, o brasileiro conseguiu a combinação de resultados que precisava para conquistar o primeiro título do Brasil desde Ayrton Senna em 1991, mesmo com ambos empatados em pontos, o piloto da Ferrari com mais vitórias - seis contra cinco - levaria a melhor no critério de desempate.

No entanto, a alegria do brasileiro durou pouco, pois Tim Glock foi superado por Hamilton, que cruzou a linha de chegada na quinta colocação e conquistou seu primeiro título mundial por um ponto de diferença.

️ BAHREIN 2014

Em seu segundo ano de Mercedes, Lewis passou a ter um rival dentro da sua própria equipe, Nico Rosberg, amigo nos tempos de kart. O primeiro duelo ocorreu na terceira corrida de 2014, no Bahrein, nos Emirados Árabes, onde os dois revezaram na liderança. No fim, após o Safety Car, Rosberg tinha pneus mais novos, porém, Hamilton conseguiu resistir até a bandeirada. Este momento foi o estopim para uma das maiores rivalidades da F1.

➡️ F1 planeja alcançar a marca de 30 corridas por ano e três provas em uma semana

️ ITÁLIA 2014

Nesta corrida, Hamilton largou mal e caiu para quarto, atrás de Nico Rosberg, Kevin Magnussen e Felipe Massa. Na quinta volta, Lewis deu um "chega pra lá" no dinamarquês e, após cinco voltas, no brasileiro. A perseguição contra o companheiro de equipe foi implacável, a ponto de o inglês forçar o alemão a dois erros da chicane, ao fim da reta dos boxes. Lewis conseguiu o que queria, a vitória, mas também, reduziu a diferença para o seu amigo nos tempos de kart, colocando ainda mais pressão. No final, tivemos o resultado, o bicampeonato com gostinho de torta inglesa.

️ ALEMANHA 2018

Hamilton vinha em uma batalha dura com Sebastian Vettel pelo título. Neste final de semana, o inglês vinha ruim, com problemas no carro na classificação e ficou apenas em 14º no grid. No entanto, durante a corrida, Lewis veio escalando o pelotão até chegar no alemão. Quando veio a chuva, o piloto da Ferrari ficou pelo caminho, e o britânico ficou na pista com pneus para pista seca. Depois, conquistou uma vitória épica.

️ O ANO DE 2020

Três corridas de 2020 marcam a história de Hamilton na categoria: Alemanha, onde o britânico, sem freio, venceu a corrida e igualou o recorde de Schumacher de 91 vitórias; Silverstone, o piloto conquistou o lugar mais alto do pódio com apenas três pneus; e na Turquia, local da sua consagração de heptacampeão, assim igualando a Michael.

Além das corridas, Hamilton também marcou este ano fora das pistas. O inglês foi a maior voz na luta antirracista no automobilismo. Cobrou as autoridades que não estavam colaborando com a questão, fez história ao homenagear Chadwick Boseman, ator de "Pantera Negra", que morreu nesta época, George Floyd, homem negro morto por um policial branco, e Breonna Taylor, mulher preta morta por policiais nos Estados Unidos.

➡️Sauber usa rapper Drake como garoto propaganda para anunciar novo nome na Fórmula 1

️ INTERLAGOS 2021

Na sua melhor atuação na carreira, Hamilton não começou o final de semana tão bem assim. O inglês já começou levando uma punição de cinco posições para o grid da corrida principal, pois a Mercedes resolveu trocar o motor de combustão interna (ICE) do carro do piloto.

Em seguida, mesmo fazendo uma pole voadora, colocando Max em segundo, o azar bateu na porta de Lewis mais uma vez: o diretor técnico da FIA, Jo Bauer, identificou uma irregularidade na asa móvel da Mercedes. O DRS estava além do limite máximo de abertura permitido. Com isso, o piloto inglês foi desclassificado e largaria em último.

No momento da sprint, Hamilton fez a sua corrida da recuperação. O inglês fez uma ótima prova e na primeira das 24 voltas já era o 15º. Em meia hora de corrida, o piloto da Mercedes fez 15 ultrapassagens para garantir a 5º colocação. Com o resultado da prova, Lewis largaria em décimo na corrida principal no domingo, por conta da punição recebida pela troca da ICE.

➡️Sauber usa rapper Drake como garoto propaganda para anunciar novo nome na Fórmula 1

No entanto, o show aconteceu mesmo na corrida. Hamilton veio escalando o pelotão e fazendo uma corrida de respeito. Após passar Verstappen na volta 59, e garantindo o primeiro lugar, o britânico venceu a corrida. Hamilton encostou a sua Mercedes no Bico de Pato e pegou a bandeira do Brasil na mão do fiscal de pista, homenageando o seu ídolo Ayrton Senna. Este gesto ficou marcado no coração de todos os brasileiros.

Hamilton marcou a Fórmula 1 de várias formas, seja nas pistas, com seus grandes feitos, recordes e ultrapassagens, ou fora, combatendo as injustiças do mundo e fazendo com que as minorias da sociedade não sejam excluídas.

Últimas