Futebol Zenit demite zagueiro ucraniano após críticas à Rússia nas redes sociais

Zenit demite zagueiro ucraniano após críticas à Rússia nas redes sociais

Yaroslav Rakitskiy publicou uma bandeira da Ucrânia no perfil e fez pedido de paz

Lance
Lance

Lance

Lance

A declaração de guerra da Rússia contra a Ucrânia continua levando consequências ao mundo do futebol. Nesta sexta-feira, o Zenit-RUS demitiu o zagueiro ucraniano Yaroslav Rakitskiy, de 32 anos. O defensor havia usado as redes sociais para criticas o governo russo.

+ Neto pede 'pequena desculpa' a Abel Ferreira, mas alfineta: 'Eu posso falar de você por que sou treinador'

Na última quinta-feira, após declaração de guerra de Vladimir Putin, o zagueiro publicou uma foto da bandeira da Ucrânia nas redes sociais. Junto da imagem, Rakitskiy escreveu a legenda com pedido de paz e desejo de fim da invasão. O atleta estava desde 2019 na equipe.

+ Casagrande repudia declarações de Neto contra Abel Ferreira e revela: 'Tentei ser amigo, mas não deu'

Zenit é um time de São Petersburgo e tem como dona a Gazprom, empresa estatal de gás e energia. O presidente da Rússia, Vladimir Putin, é torcedor da equipe. Revelado pelo Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, Yaroslav Rakitskiy fez 108 jogos e marcou 7 gols.

ENTENDA O CASO
Desde 2014, a região de Donetsk se declarou independente da Ucrânia e por conta dos conflitos geopolíticos, o Shakhtar teve que deixar a cidade de origem e atuar em Kiev. O mesmo acontece com a região de Luhansk. Na última segunda-feira, Vladimir Putin, presidente da Rússia, reconheceu a independência das duas províncias.

Nesta quinta-feira, a Rússia decidiu invadir militarmente a Ucrânia com o argumento de que está atuando em defesa das reivindicações territoriais. No entanto, há pouco esclarecimento se a nação de Putin busca apenas garantir a soberania de Donetsk e Luhansk ou se planeja se expandir territorialmente.

Últimas