Futebol Yago Felipe diz que erros do Flu servem de lição e comenta sobre o duelo com o lanterna Goiás

Yago Felipe diz que erros do Flu servem de lição e comenta sobre o duelo com o lanterna Goiás

Atleta falou sobre as chances desperdiçadas pelo Tricolor das Laranjeiras nas últimas partidas e revelou que Odair tem cobrado bastante o grupo para melhorar cada vez mais

Lance
Lance

Lance

Lance

No último domingo, o Fluminense abriu o placar contra o Botafogo, no Nilton Santos, mas recuou no segundo tempo e cedeu o empate contra o rival. Em entrevista coletiva, o meio-campista Yago Felipe comentou que o grupo aprendeu com os erros, que servem de lição para o futuro do Fluminense na competição.

- Quem quer disputar as primeiras colocações não pode desperdiçar algumas chances que nós tivemos. Creio que alguns resultados doeram bastante, serviram como lição. Se estivéssemos um pouco mais atentos a esses jogos talvez a gente estivesse em situação melhor. Temos de estar atentos, jogos em casa temos que matar, fazer valer o fator casa e temos que melhorar nos jogos fora - disse

— Nós temos um grupo e um comandante que cobra muito. Se estivermos satisfeitos com a posição que estamos hoje, a tendência é cair. Nós estamos insatisfeitos que queremos cada vez mais melhorar. Temos de estar atentos. Quem quer disputar as primeiras posições, temos de cada vez mais crescer, não vacilar em jogos bobos para podermos ganhar as partidas e subir na tabela – revelou

Além disso, o jogador, que teve uma passagem pelo Goiás, revelou que apesar da equipe Esmeraldina ser atualmente a lanterna da competição, a partida será complicada, o que já foi alertado pelo técnico Odair Hellmann. Ele também disse que está pronto para aproveitar as oportunidades que tiver e que procura sempre evoluir.

- Sempre complicado jogar contra o Goiás lá. Apesar de hoje estar em uma situação complicada no campeonato. Creio que eles vão querer usar desse jogo para poder virar a chave. Odair já vem conversando com a gente. Eu joguei lá e sei como é complicado. Temos que estar atentos em cada detalhe do jogo, precisamos da vitória e temos que estar concentrados para fazer um grande jogo lá.

- A cada oportunidade que aparecer, independente de ser titular ou não, eu tenho que agarrar. É uma responsabilidade muito grande quando nós entramos em campo, seja cinco ou dez minutos. Claro que todo jogador procura estar o máximo possível e dentro de campo e eu não sou diferente. Nos treinamentos, sempre procuro evoluir cada vez mais para que eu tenha oportunidade novamente - finalizou.

Últimas