Futebol Walter dá razão aos torcedores pelas críticas, mas defende Tiago Nunes

Walter dá razão aos torcedores pelas críticas, mas defende Tiago Nunes

Goleiro do Corinthians substituirá Cássio no jogo da próxima quarta, contra o Santo André, e falou sobre o atual momento do clube do Parque São Jorge 

Lance
Lance

Lance

Lance

Substituto do goleiro Cássio no jogo da próxima quarta, contra o Santo André, Walter deu razão aos torcedores que estão insatisfeitos com o desempenho da equipe neste início de temporada. O arqueiro, no entanto, fez questão de sair em defesa do técnico Tiago Nunes - recém-chegado ao clube do Parque São Jorge e responsável por uma mudança de estilo de jogo no Alvinegro.

TABELA
>Veja como está a classificação do Campeonato Paulista

- Infelizmente, estamos precisando dos resultados finais. Posse de bola, finalização. Tudo isso tem sido proveitoso. Mas o resultado não vindo, acaba sendo pior para nós. Estamos em busca do equilíbrio, tomamos gol bobo. Lance que parece que não vai sair nada. A culpa é de todos. Diretoria, jogadores e comissão. Não posso largar só porque sou reserva.Torcida tem todo direito de protestar. Espero que seja para nos ajudar, para vir conosco como sempre foi. Contra o Guaraní, saímos aplaudido. Isso não existe em nenhum outro lugar do mundo. Têm direito de cobrar vitória, cobrar resultado positivo. Temos que acatar e ir para o jogo - afirmou o goleiro em coletiva de imprensa no CT Joaquim Grava.

O Corinthians não vence há três rodadas no Campeonato Paulista e, de fato, está pressionado. Tanto que a Gaviões da Fiel - principal organizada do clube - convocou um protesto na porta do CT Joaquim Grava horas antes da partida contra o Santo André. No clube desde 2013, Walter não se escondeu das suas responsabilidades e lembrou que a equipe precisa encontrar uma maneira de voltar a vencer.

- Não há paciência para ninguém no futebol, nós temos que ganhar. É um trabalho diferente dos últimos anos. O Tiago Nunes tem todo nosso aval. As partidas contra Santos e Guaraní-PAR foram partidas lá em cima, com toque de bola, finalização, triangulação, infiltração. Antes, passávamos nervoso. Eu passava nervoso no banco. O Corinthians só chutava uma, duas vezes. Ainda não está natural, mas as coisas estão caminhando. Espero que o resultado venha para amenizar essa crise - disse o goleiro deixando clara sua opinião sobre o início de trabalho de seu novo chefe.

O duelo entre Corinthians e Santo André é válido pela 8ª rodada do Campeonato Paulista. O jogo será disputado em Itaquera, às 21h30, e vale muito para o clube do Parque São Jorge. Vale lembrar que o Alvinegro está na segunda colocação do Grupo D do estadual, com apenas oito pontos ganhos em 21 disputados, registrando aproveitamento de apenas 38%.

Últimas