Valentim lamenta derrota, mas elogia entrega dos atletas: 'Sobrou caráter'

Após derrota por 2 a 0 para o Cruzeiro, treinador do Botafogo quer página virada e foco no Santos; Comandante valorizou festa da torcida: 'Impressionante como apoiaram'

Lance

Lance

Lance

A força de uma torcida recordista não foi suficiente. Diante de pouco mais de 22 mil torcedores, o melhor público do ano no Nilton Santos, o Botafogo acabou derrotado por 2 a 0, para o Cruzeiro, e termina a 29ª rodada do Campeonato Brasileiro a apenas três pontos do Fluminense - primeiro time na zona de rebaixamento.

> Confira e simule a classificação do Campeonato Brasileiro


Em coletiva após o confronto desta quinta-feira, Alberto Valentim lamentou o grande de número de oportunidades perdidas contra a Raposa e exaltou a postura de seus atletas.

- O jogo foi muito equilibrado no início, tomamos o gol, mas depois fomos ganhando espaço, fomos pressionando no campo deles. Mas a bola não entrou. Foram 12 escanteios. É logico, se a bola estivesse entrado, estaria muitos satisfeito com a atuação. Emprega impressionante. Sobrou caráter, isso não vamos colocar em dúvida sobre os jogadores em momento algum - afirmou.

Apesar do revés em casa, o treinador botafoguense quer virar a página rapidamente. Olhando para frente, Valentim já vê no horizonte o Santos, adversário da equipe de General Severiano no próximo domingo, às 19h, na Vila Belmiro.

- Temos o Santos e temos que pensar somente no Santos. É um time de muita qualidade, intenso, jogadores de qualidade. É virar a página, já passou o Cruzeiro. Um dia a menos para se recuperar. Falamos isso no vestiário, sobre a recuperação. Temos que fazer nossos resultados. Estamos a três pontos da zona o rebaixamento. Precisamos voltar a abrir distancia do time que hoje cairia. A comissão trabalhar desde agora para passar o que a gente quer fazer lá em Santos.

PAPEL DA TORCIDA

O placar final do Nilton Santos não refletiu a festa nas arquibancadas. Os alvinegros bateram recorde e empurraram o Botafogo, que pressionou o adversário mineiro durante boa parte do jogo. O comandante do Glorioso valorizou o papel do torcedor neste momento de dificuldade.

- Deu um show mais uma vez a nossa torcida. Nos dois jogos da minha volta, impressionante como apoiaram. Vamos precisar do nosso torcedor. O Botafogo vai se sentir mais forte com eles do nosso lado, dessa forma. Lógico que cobrança tem que existir, foram poucas vaias, tem que empurrar. Vamos trabalhar para nos distanciar dessa zona perigosa e nós vamos precisar muito deles - completou Valentim.