Futebol 'Um dos golpes mais duros que tive no Corinthians', afirma Cássio após vice na Copa do Brasil

'Um dos golpes mais duros que tive no Corinthians', afirma Cássio após vice na Copa do Brasil

Goleiro não quis culpar Fagner e Vital pelos pênaltis desperdiçados do Timão contra o Flamengo

Lance

Por pouco, Cássio não se consagrou novamente pelo Corinthians. Na final da Copa do Brasil, contra o Flamengo, o goleiro se recuperou da falha no gol de Pedro, defendeu a penalidade de Filipe Luís, mas não foi o suficiente para o Timão sair do Maracanã com a taça.

+ Fagner e Vital perdem pênaltis e são os vilões do Corinthians no vice da Copa do Brasil

O camisa 12 analisou a partida do clube alvinegro e valorizou a entrega dos jogadores contra um adversário considerado por muitos como franco-favorito.

- A gente trabalhou muito, se dedicou, fez uma grande partida no meu ponto de vista. Infelizmente a gente acabou perdendo nos pênaltis. Não faltou entrega, dedicação, empenho… Vir aqui jogar contra o Flamengo, onde achavam que seria um título fácil é duro - disse o capitão corintiano na zona mista do Maracanã.

O goleiro não escondeu a dor com o vice-campeonato, e reiterou o foco da equipe no Brasileirão.

- Para mim é um dos golpes mais duros que tive no Corinthians, mas vamos seguir em frente, temos sete decisões. Hoje é um dia difícil, amanhã é erguer a cabeça, trabalhar novamente e pensar nas sete partidas que faltam no Brasileiro - afirmou.

+ Veja tabela e simule a reta final do Campeonato Brasileiro

Cássio - Flamengo x Corinthians

Cássio - Flamengo x Corinthians

Lance

Cássio defendeu a cobrança de Filipe Luis (Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians)

Abalado com a derrota nas penalidades, o capitão exigiu Fagner e Vital da culpa pelo vice. O lateral e o meia-atacante desperdiçaram suas cobranças de pênaltis.

- É um funeral né, já foi em funeral? O sentimento é esse, infelizmente. Porque teve muita dedicação, empenho. Em questão de pênalti, quem bate está sujeito a errar e acertar. Perdermos todo mundo junto. Então, fulano errou, ciclano, ou esse, ou aquele. É duro né, porque teve muita entrega, muita confiança, muita dedicação. Passamos por muitas situações pra chegar nessa final - ponderou.

Na visão do camisa 12, que poderia alcançar Marcelinho Carioca como maior campeão pelo Timão, o titulo seria a 'cereja do bolo' na temporada do clube.

- Acho que nos dois jogos o time foi bem. Conseguimos dar uma resposta boa, o time tem evoluído, os resultados são bons. Lógico que ser campeão valoriza muito mais você ter feito um grande trabalho - concluiu o camisa 12.

Agora, o Corinthians volta seu foco para o Campeonato Brasileiro. A equipe de Vítor Pereira enfrenta o Santos, na Vila Belmiro, no próximo sábado (22), às 19h.

Últimas