Futebol Túlio Lustosa: 'A força que a camisa do Botafogo tem é gigantesca'

Túlio Lustosa: 'A força que a camisa do Botafogo tem é gigantesca'

Novo gerente de futebol afirma que tentará passar dimensão do Alvinegro aos jogadores e garante que clube vai superar adversidades no Campeonato Brasileiro

Lance
Lance

Lance

Lance

Túlio Lustosa está de volta ao Botafogo doze anos depois. Em 2008, ele vestia a camisa 5 e era identificado como "Guerreiro" pela torcida alvinegra. Em 2020, a função é fora das quatro linhas. Novo diretor de futebol do Alvinegro, o dirigente destacou a felicidade de retornar ao clube de General Severiano.

- É uma alegria enorme estar de volta ao clube depois de tantos anos. No meu íntimo, sabia que algum dia isso poderia acontecer, mas foi uma surpresa grande ser tão repentina assim. É uma responsabilidade enorme, mas muito maior é a vontade de trabalhar muito, fazer as coisas andarem e dar uma resposta positiva ao torcedor, que merece muito - afirmou, em entrevista à "BotafogoTV".

Apesar da felicidade, o trabalho não promete ser fácil. Túlio chega com o Botafogo na 19ª colocação do Campeonato Brasileiro e convivendo com sérios problemas financeiros. O ex-volante acredita será possível superar tais adversidades.

- Camisa nós temos. A força que a camisa do Botafogo tem é gigantesca, podemos não ter o mesmo dinheiro de outros rivais, mas temos muita força de camisa e quero passar isso para eles. É mostrar que essa Estrela Solitária vai voltar a brilhar e no final do Brasileiro vamos ter motivos para comemorar. Temos a Copa do Brasil, estamos vivos, e vamos buscar essa copa que já passou muito perto várias vezes - analisou.

O dirigente fez questão de frisar que não será responsável apenas pelas próximas contratações do Botafogo. Além, é claro, de cuidar destas questões de elenco, Túlio explicou que o diretor de futebol também participa ativamente do dia a dia com os jogadores.

- O cargo de gerente de futebol às vezes é confundido só com aquela pessoa que contrata os atletas. É muito mais do que isso. Temos que fazer um planejamento de toda a temporada, estar no dia-a-dia cobrando desempenho, pedindo feedback da comissão técnica e do departamento médico. E além de tudo o planejamento de metas, que é o principal - explicou.

Últimas