Futebol Treinador ídolo na Coreia elogia São Paulo e Diniz: 'Deu confiança'

Treinador ídolo na Coreia elogia São Paulo e Diniz: 'Deu confiança'

André Gaspar, de 48 anos, teve boas passagens por equipes asiáticas e conquistou o primeiro título da FA CUP do Daegu FC, se tornando ídolo da equipe coreana

Lance
Lance

Lance

Lance

A grande troca de técnicos no futebol brasileiro é uma das marcas conhecidas no país. No entanto, o São Paulo, mesmo pressionado pelos maus resultados logo depois da pandemia, foi na contramão desse efeito e resolveu manter o técnico Fernando Diniz. No momento, o Tricolor é o líder do Brasileirão e chegou a semifinal da Copa do Brasil.

Brasileiro com carreira fora dos gramados no exterior, em especial na Coréia do Sul, onde se tornou ídolo do Daegu FC, o treinador André Gaspar, de 48 anos, lamentou a cultura brasileira e elogiou o São Paulo, que hoje colhe frutos da manutenção do trabalho de Fernando Diniz há mais de um ano.

- Aqui no Brasil o imediatismo e a cobrança da torcida são muito grandes, o que torna muito difícil pro treinador que tem que entregar um resultado rápido. O São Paulo é um grande exemplo. A diretoria manteve o treinador mesmo com decepções, duas eliminações consecutivas, deu confiança para o trabalho e hoje é a grande sensação do Campeonato Brasileiro. É só olhar para a tabela, dos quatro primeiros, três estão com o mesmo treinador que iniciaram a competição - afirmou o técnico.

André usou o seu próprio exemplo para comentar sobre a situação das carreiras dos treinadores. Para ele a confiança no trabalho mesmo sem títulos é a chave para ter sucesso a médio e longo prazo.

- Dou um exemplo da Coréia, onde tive uma sequência de quatro ou cinco derrotas seguidas, estávamos na zona de rebaixamento e o Presidente bancou, teve paciência. Com o tempo as coisas começaram a andar. Você tem que chegar, conhecer o grupo e ter a oportunidade de elaborar o seu trabalho. Com dois jogos por semana, é muito difícil os jogadores assimilarem rapidamente - analisou André.

Últimas