Futebol Torcida do São Paulo e PM se enfrentam no entorno do Morumbi

Torcida do São Paulo e PM se enfrentam no entorno do Morumbi

Tumulto começou minutos depois do título paulista, neste domingo (23), após invasão de torcedores em local bloqueado pela PM

Lance
Torcedores do São Paulo enfrentam a PM nos arredores do Morumbi, em SP

Torcedores do São Paulo enfrentam a PM nos arredores do Morumbi, em SP

Leco Viana/Estadão Conteúdo - 23/5/2021

A festa do título estadual conquistado pelo São Paulo no fim de tarde deste domingo (23) não se prolongou por muito tempo no entorno do estádio do Morumbi, palco do jogo de volta da final do Paulistão 2021.

Pouco depois da entrega da taça aos campeões, dentro do estário, uma grande confusão entre torcedores do time tricolor e a policiais militeres teve início na praça Roberto Gomes Pedrosa, em frente à casa são paulina.

O tumulto teria ocorrido após alguns jogadores do São Paulo levarem a taça do Campeonato Paulista até o local onde estava um grupo de torcedores — que desrespeitou os bloqueios feitos pela PM — e chegou perto dos atletas.

Os agentes de segurança que lá estavam presentes tentaram dispersar o grupo de torcedores para evitar o aumento da aglomeração, lembrando que seguimos na pandemia da covid-19.

No entanto, os torcedores não respeitaram as ordens e permaneceram atravessando o bloqueio. Assim, a PM partiu para o confronto: primeiro, avançou aos poucos com escudos e cassetetes. Entretanto, pouco tempo depois, a confusão saiu do controle e balas de borracha e bombas de gás lacrimogênio começaram a ser usadas para que a torcida deixasse o local. Muitas famílias que lá estavam apenas para comemorar o fim da seca de títulos do clube foram envolvidas.

Os jogadores voltaram para dentro do estádio e não viram o clima de guerra que se formou do lado de fora, acabando com a enorme festa que havia se formado pelos torcedores desde o início do jogo e que só aumentou com a confirmação do título para o São Paulo na segunda etapa da partida. Segundo quem estava no local, os torcedores ameaçavam a saída dos ônibus dos times.

Últimas