Futebol Técnico do United admite conversas sobre Greenwood entre jogadores: 'São seres humanos'

Técnico do United admite conversas sobre Greenwood entre jogadores: 'São seres humanos'

Ralf Rangnick também afirmou que o caso impediu a saída do meia Lingard na janela

Lance
Lance

Lance

Lance

A situação envolvendo o meia Mason Greenwood segue tomando os noticiários na Inglaterra. O jogador do Manchester United foi acusado de agressão e tentativa de estupro à ex-namorada. Dessa vez, quem falou sobre o assunto foi o técnico da equipe, o alemão Ralf Rangnick, em entrevista coletiva.

+ Greenwood não será mais convocado pela seleção da Inglaterra, diz portal

- Obviamente é um assunto dentro da equipe. Eles são seres humanos, e Mason fazia parte do grupo antes da pausa (para a Data Fifa). Mas pudemos treinar em circunstâncias normais", disse Rangnick, que completou falando que o caso fez com que o Manchester United brecasse a saída de Jesse Lingard.

- Foram duas coisas. Uma, obviamente, foi o problema que tivemos com Mason Greewnood. Estar por enquanto sem um jogador que atuou regularmente nas últimas semanas. Por outro lado, o clube não conseguiu um acordo com nenhum outro clube. A diretoria disse que não conseguiu acordo com nenhum interessado nele, e, com a janela fechado, me informaram que preferiam que ele ficasse - disse.

+ Com a camisa 10 do PSG, Messi é criticado pela imprensa após jogo apagado na Copa da França

O jogador foi preso no último domingo após a denúncia da namorada, Harriet Robson, nas redes sociais. Contudo, o jogador foi liberado após pagamento da fiança na última quarta-feira. Manchester United e seleção inglesa já afirmaram que não utilizarão o jogador até o fim do processo de investigação policial.

Últimas