Futebol Técnico do Corinthians, Vítor Pereira já viveu momentos de tensão sob o comando do Fenerbahçe; relembre

Técnico do Corinthians, Vítor Pereira já viveu momentos de tensão sob o comando do Fenerbahçe; relembre

Alvo de críticas após derrota por 3 a 0 para o Palmeiras, técnico do Corinthians rebateu citando jogo que teve que sair de tanque de guerra do estádio

Lance

Após a vitória sobre o Fortaleza no último domingo, o técnico do Corinthians, Vítor Pereira, rebateu as críticas sobre a derrota no clássico com o Palmeiras, ocorrido há duas semanas. ‘Vão dizer a mim que não sei o que é um Dérbi? Eu já saí em um tanque de guerra de um Dérbi, na Turquia’, As palavras do português recordam um passado recente de tensão vivido por ele no futebol europeu. O LANCE! mostra dois momentos de tensão vividos pelo treinador nos tempos de Fenerbahçe.

> Atacante Jô diz que familiares foram barrados em restaurante por vestirem camisa do Corinthians

Vítor Pereira enfrentou, ao menos, duas situações com muita tensão sob o comando do Fenerbahçe, ambos envolvendo a rivalidade com a torcida do Trabzonspor. A primeira aconteceu em 2015, quando o ônibus da equipe foi baleado e o motorista foi atingido. Na época, a imprensa turca suspeitou que torcedores do Trabzonspor teriam atacado o veículo após a goleada do rival sobre o Rizespor, equipe da cidade local.

O segundo, aconteceu em 2016, na goleada do Fenerbahçe como visitante por 4 a 0 sobre o Trabzonspor pelo Campeonato Turco. Antes do apito final, torcedores da equipe da casa invadiram o campo, agrediram o árbitro auxiliar e o caos foi instaurado no estádio. O técnico Vítor Pereira chamou seus jogadores para o vestiário para se protegerem.

Vítor Pereira no comando do Fenerbahçe (Foto: ARIS MESSINIS / AFP)

O Fenerbahçe teve uma grande atuação e goleava o rival antes da partida ser interrompida. A equipe venceu por 4 a 0 fora de casa com gols de Potuk, Sen, Nani e Van Persie. O duelo foi válido pela 30ª rodada do Campeonato Turco. Nesta reta final da competição, o Fenerbahçe estava em vice-colocado e brigava pela liderança com o Besiktas, que mais tarde seria o campeão da temporada. Enquanto isso, o Trabzonspor estava em meio de tabela.

Na ocasião, as forças de segurança tiveram que tomar medidas extremas pela proteção das delegações das equipes, tanto dentro de campo quanto ao redor do estádio.

Últimas