Futebol Stanislav Cherchesov é demitido do cargo de treinador da Seleção Russa

Stanislav Cherchesov é demitido do cargo de treinador da Seleção Russa

O técnico não resistiu a eliminação precoce na Eurocopa realizada neste ano. A Rússia ficou na última colocação no Grupo B

Lance
Lance

Lance

Lance

Nesta quinta-feira, Stanislav Cherchesov foi demitido do cargo de treinador da Seleção Russa. O agora ex-técnico ganhou destaque na Copa do Mundo de 2018, quando levou a Rússia às quartas de final, depois de eliminar a Espanha - campeã do mundo em 2010. Contudo, Cherchesov não resistiu a eliminação precoce na Eurocopa realizada neste ano.

> Nasser Al-Khelaïfi completa dez anos no comando do PSG! Veja curiosidades

A Rússia terminou a Eurocopa 2020, que foi realizada neste ano por causa da pandemia da Covid-19, na última posição do Grupo B, com apenas uma vitória e duas derrotas. A Seleção de Cherchesov sofreu sete gols e marcou apenas dois. Assim, terminou a competição com saldo negativo de cinco.

Cherchesov ocupava o cargo desde agosto de 2016. No total, segundo o site Transfermarkt, ele comandou a Rússia em 57 partidas. Foram 25 vitórias, 11 empates e 21 derrotas.

> Veja a tabela da Eurocopa

Como jogador, o ex-goleiro começou a carreira no início da década de 80, no Spartak Vladikavkaz, da Rússia, e somou passagens por outros clubes como Spartak Moskva (RUS), Dynamo Dresden (ALE) e FC Tirol Innsbruck (AUT).

Segundo o site ogol, Cherchesov conquistou dez títulos como jogador. São três Ligas Austríaca, três Ligas Russa, uma Taça da URSS, uma UEFA Intertoto Cup e duas Ligas da URSS.

Últimas