Futebol Sem jogos há 75 dias, Flamengo vê números de sócios abaixo de 100 mil

Sem jogos há 75 dias, Flamengo vê números de sócios abaixo de 100 mil

Programa Nação Rubro-Negra em queda: clube já perdeu cerca de 20 mil sócios-torcedores

Lance
Lance

Lance

Lance

A paralisação do futebol no Brasil por conta da pandemia do coronavírus está impactando diretamente as finanças do Flamengo. Sem entrar em campo por mais de 75 dias - a última partida foi em 14 de março -, o clube vê, nesta sexta-feira, o número de sócios-torcedores cair para menos de 100 mil. O site oficial do programa "Nação Rubro-Negra" aponta 99.922 associados até esta tarde.

No mês de março, o clube contava com cerca de 120 mil sócios-torcedores.

O LANCE! já publicou uma análise de como a pandemia do coronavírus, com a suspensão dos jogos, por impactar nas finanças do clube da Gávea. Os R$ 204 milhões no orçamento com "Sócio Torcedor/Bilheteria/Estádio" representam, por exemplo, 24% da receita bruta total prevista pelo Flamengo para 2020.

Em abril, a diretoria do Flamengo publicou o "Manifesto Sócio Torcedor" em seus canais, o qual também foi enviado aos associados, e fazia um apelo aos rubro-negros: "Continue jogando junto". A produção, com imagens da torcida e time em 2019 e 2020, destacava o papel da Nação nas conquistas recentes.

A direção ainda não sinalizou nenhuma mudança nos benefícios do programa, e mantém o discurso de que tudo será entregue como previsto, declarou Luiz Eduardo Baptista, o Bap, vice-presidente de Relações Externas do Flamengo.

Últimas