Futebol Sem escolher lado e à disposição de Paulo Sousa, Pablo se apresenta ao Flamengo: 'Diferente de tudo que vivi'

Sem escolher lado e à disposição de Paulo Sousa, Pablo se apresenta ao Flamengo: 'Diferente de tudo que vivi'

No Ninho do Urubu, o novo camisa 30 falou sobre a expectativa de defender o Flamengo

Lance
Lance

Lance

Lance

Novo xerife na área. Nesta quinta-feira, o zagueiro Pablo foi apresentado como jogador do Flamengo e, diante dos questionamentos sobre a posição qual se sente mais confortável em campo, se colocou à disposição do técnico Paulo Sousa, com quem trabalhou no Bordeaux, da França. O novo camisa 30 do Flamengo também se disse pronto para estrear no domingo contra o Vasco, mas reforçou que a escolha, novamente, dependerá do Mister. Confira abaixo!

- Fica difícil falar onde ele deve me utilizar, pois o Paulo muda muito devido às circunstâncias do jogo, qual time, qual tática. Eu não tenho lado definido, onde ele preferir achar melhor que eu jogue, estarei à disposição - afirmou Pablo, antes de completar sobre chance de atuar nas semis de domingo, no Maraca:

- Essa pergunta tem que fazer para o Mister (risos). Tinha mais ou menos nove, dez dias fazendo trabalhos individuais. Não vinha tendo problema, vinha jogando e treinando normal. Você sente até ter uma adaptação normal, mas à disposição, mesmo, só perguntando para o Mister, que é quem vai decidir isso. Me sinto bem - afirmou o zagueiro, que iniciou os treinos no Ninho na segunda.

Em seus primeiros dias no Rio de Janeiro e como jogador do Flamengo, Pablo já viu duas demonstrações da força da Nação, contra Bangu e Vasco. No clássico de quarta, inclusive, o atleta esteve no Maracanã e ressaltou o apoio da torcida.

- Sensação diferente de tudo que já vi. Torcida apaixonada, apoia a sua equipe durante 90 minutos. Um barulho bem alto ontem, no jogo. É uma oportunidade para continuar a minha carreira e fazer tudo que eu fiz anteriormente. É claro que há uma responsabilidade bem grande, o Flamengo é um time conhecido mundialmente. Estou pronto para tudo sair da melhor forma possível - disse.

Pablo foi apresentado ao lado do diretor Bruno Spindel e do vice-presidente de futebol Marcos Braz, que fez elogios ao jogador e ressaltou que a vontade do atleta em defender o Flamengo foi fundamental para que o acordo fosse fechado. Posteriormente, Pablo respondeu sobre essa mobilização pelo clube.

- Um grande jogador, que entendemos, pela experiência dele vem nos acrescenta e dá musculatura ao elenco. Campeão. Teve na Seleção Brasileira. Jogador experiente, que entendemos que será muito importante para o Flamengo nos próximos anos. Foi fundamental desde o começo do processo. Queria vir para o Flamengo. Quero fazer um agradecimento especial pelo seu empenho para vir para cá - afirmou Marcos Braz, VP de futebol do Flamengo.

- Os sinais foram bem claros (risos). Não me lembro que dia foi, acho que foi numa terça-feira, disse que o Braz me ligaria logo depois. Eu disse que iria para o Rio conversar pessoalmente, não tinha nada ainda, zero. Eu quis estar aqui. Felizmente estou aqui, muito feliz e honrado por estar participando deste grande projeto - comentou Pablo.

Confira outras respostas de Pablo, novo zagueiro do Flamengo:

Diferença do futebol brasileiro para o europeu

- A diferença maior do futebol europeu para o brasileiro ainda é a intensidade. O brasileiro é um pouco mais cadenciado, com a diferença do individualismo. Vai ajudar muito, tenho conhecimento do trabalho do Paulo, o Mister, venho para somar bastante e isso ser o mais natural possível.

Estrutura do Flamengo

O Flamengo é um time europeu que joga no Brasil. Não para jogar para a torcida, mas é pela estrutura. Pude ver várias estruturas na Europa e, não está igual, está até melhor. É um projeto muito grande, temos condições de brigar e ganhar todos os títulos pela qualidade do elenco. Sou um jogador de 30 anos, tenho uma carreira ainda pela frente. Não vou mentir e dizer que não penso na Seleção Brasileira, e o Flamengo pode me proporcionar isso. Esses pontos me fizeram decidir estar aqui.

Seleção Brasileira

Tenho que estar mostrando ser capaz de estar na Seleção Brasileiro. Primeiro, ajudar o Flamengo a conquistar os objetivos. Depois pensar em ter mais oportunidades na Seleção Brasileira.

Últimas