Futebol São Paulo tem nove jogadores emprestados a outros clubes; veja quem são e quem pode retornar

São Paulo tem nove jogadores emprestados a outros clubes; veja quem são e quem pode retornar

Tricolor tem, atualmente, uma longa lista de empréstimos, mas muitos deles podem não retornar ao elenco, com contratos terminando e falta de interesse do clube

Lance
Lance

Lance

Lance

O fim da temporada de 2021 se aproxima e, com isso, o São Paulo passa a mirar reforços para o próximo ano. Entretanto, o time luta contra uma crise financeira e, assim, precisa ter responsabilidade com os gastos. Um solução para gastar menos em contratações são os jogadores que retornarão de seus empréstimos. Atualmente, o Tricolor tem nove atletas emprestados.


CONFIRA A TABELA ATUALIZADA E SIMULE OS JOGOS DO BRASILEIRÃO DE 2021!

Dos nove jogadores que pertencem ao São Paulo mas jogam por outras equipes, dois podem deixar o Tricolor: o atacante Tréllez e o volante Hudson. Ambos possuem contrato com o time paulista até o dia 31 de dezembro de 2021, justamente a data em que seus empréstimos terminam.

Tréllez - Sport

Tréllez defende, atualmente, o Sport, onde jogou 32 vezes na temporada. Seus números, porém, são insatisfatórios, marcando apenas um gol e dando somente uma assistência. Pelo São Paulo, o colombiano jogou 51 vezes e balançou as redes em sete oportunidades. Com o final de seu contrato próximo, Tréllez já pode assinar com outra equipe, até mesmo com o Sport, e não deve renovar com a equipe pernambucana.

Húdson - Fluminense

Atualmente no Fluminense, foi importante para a classificação para a Libertadores na última temporada, mas, devido a uma lesão no joelho, jogou apenas quatro vezes em 2021 e ainda está em recuperação.

Ao todo, pelo time carioca, o volante tem 47 partidas disputadas, um gol e três assistências. Pelo São Paulo, Hudson soma 196 atuações, com seis gols e três assistências. A renovação, porém, ainda é improvável e o atleta pode acabar tendo vínculo estendido com o Fluminense, mesmo que por um período mínimo de três meses.

Helinho - Red Bull Bragantino

Emprestado ao Red Bull Bragantino, o jovem atacante não deve retornar ao final de seu empréstimo, no término da temporada. Isso se deve ao fato de que o jogador ganhou muita importância, levando o clube de Bragança Paulista contratá-lo em definitivo, por R$ 23 milhões ao final de seu empréstimo.

Pelo Tricolor, Helinho jogou 30 vezes e marcou um gol, enquanto pelo Bragantino, foram 56 jogos, 10 gols e seis assistências. No último domingo (24), as equipes se enfrentaram e o atacante foi titular, levando o Red Bull a pagar uma multa para escalar o atleta, devido ao seu vínculo com o São Paulo.

Paulinho Bóia - Juventude

Outro atacante que não deve retornar ao São Paulo. Atualmente, Paulinho está emprestado para o Juventude, onde disputa o Brasileirão. Entretanto, o jogador recebeu proposta do Metalist, da Ucrânia, e deve ser negociado pelo Tricolor, em transferência que renderia ao time do Morumbi R$ 10,4 milhões.

Pelo São Paulo, Paulinho tem 31 jogos disputados, nos quais marcou um gol e deu uma assistência. Pelo Juventude marcou três gols em 20 jogos.

Jonas Toró - Atlético-GO

Atacante revelado pelo São Paulo, Toró está em seu segundo empréstimo no ano. Em 2021, o jogador foi emprestado para o Sport, no começo da temporada, e, depois, foi para o Atlético Goianiense, onde está atualmente.

Pela equipe pernambucana, Toró jogou 13 vezes, marcando dois gols e dando uma assistência, enquanto pelo Atlético-GO, jogou somente novo jogos, sem se envolver diretamente em nenhum gol. No São Paulo, somou 44 partidas, com quatro gols e três assistências.

Jean - Cerro Porteño (PAR)

O goleiro Jean é mais um dos atletas emprestados pelo São Paulo, mas possui fatores extra-campo definitivos para seu futuro no clube. O jogador foi preso nos Estados Unidos, acusado de agredir sua ex-esposa, Milena Bemfica. Após sua soltura, o Tricolor decidiu afastá-lo definitivamente, emprestando-o para o Atlético-GO na temporada de 2020 e, atualmente, está emprestado ao Cerro Porteño, do Paraguai.

Durante a atual temporada, sua volta foi questionada após falhas de Tiago Volpi, mas o clube não pretende contar com Jean novamente devido ao caso envolvendo sua ex-esposa. O atleta tem contrato com o Tricolor até o dia 30 de dezembro de 2022 e seu empréstimo vai até o dia 31 de dezembro deste ano.

Tchê Tchê - Atlético-MG

O meio campista que por muito tempo foi peça importante do time de Fernando Diniz defende, atualmente, o Atlético-MG. Após receber algumas chances com Hernán Crespo, no início da temporada, Tchê Tchê foi negociado com o Galo, voltando a ser treinado por Cuca, treinador com o qual foi campeão brasileiro em 2016, pelo Palmeiras.

É pouco provável pensar em um retorno, ainda mais para a próxima temporada, pois seu contrato de empréstimo é o mais longo do elenco atual, se estendendo até o dia 31 de maio de 2022. O jogador tem contrato com o São Paulo até o dia 31 de março de 2023, mas pode ser negociado com o próprio Atlético Mineiro antes mesmo do final de seu empréstimo. Uma eventual negociação pode render cerca de R$ 21 milhões ao time do Morumbi.

Tchê Tchê tem, pelo São Paulo, 98 jogos, com seis gols marcados e duas assistências. Pelo Galo, o meia já soma 46 atuações, com um gol e uma assistência até o momento.

Lucas Kal - América-MG

Zagueiro de 25 anos, revelado pelo São Paulo, Lucas Kal foi emprestado diversas vezes pelo Tricolor. O jogador já defendeu o Vasco, o Guarani e o Nacional, de Portugal, além do América-MG, time em que joga atualmente e no qual já acumula três temporadas.

A primeira vez que o atleta foi emprestado para o Coelho foi em 2019, ficando por lá em 2020 e 2021, tendo, nesta temporada, passagem pelo Nacional, de Portugal. Pelo América-MG, Lucas Kal soma 39 partidas, nas quais marcou dois gols e deu quatro assistências. Em uma boa temporada, o zagueiro pode ser uma opção para a defesa do Tricolor em 2022, pois seu empréstimo se encerra em dezembro deste ano.

Júnior - Bahia

O goleiro de 23 anos, revelado em Cotia, foi emprestado para o Bahia, onde atuou, inclusive, pela equipe sub-23. Pelo profissional, o jovem jogou quatro vezes. Com o atual elenco do Tricolor tendo três goleiros à disposição, um retorno de Junior seria mais previsível caso algum dos outros nomes da posição fossem negociados pelo São Paulo. Seu empréstimo termina ao final desta temporada, no dia 31 de dezembro de 2021.

Últimas