Futebol Santos se reaproxima de Neymar e trabalha por volta no futuro

Santos se reaproxima de Neymar e trabalha por volta no futuro

Craque do PSG está cada vez mais próximo do clube após turbulência em sua saída e diretoria trabalha para que ele possa voltar nas próximas temporadas

Lance
Lance

Lance

Lance

Neymar deixou o Santos em 2013 com um recado nos vestiários: "Eu vou, mas eu volto". Tempos depois, o jogador se afastou do clube, fez postagens polêmicas e chegou a dizer que não tem a obrigação de desejar um feliz aniversário ao clube que o revelou.

O camisa 10 da Seleção Brasileira e do PSG, em certo momento, deixou de seguir o Peixe nas redes sociais. Isso aconteceu por conta de um processo do clube contra o Barcelona e que envolve o atacante na Fifa por conta de irregularidades em sua transferência.

O Santos entrou com o processo na Fifa ainda na gestão de Modesto Roma Júnior cobrando 61 milhões de Euros de indenização pela transferência sob à alegação de que os pagamentos ao pai do jogador deveriam ser repassados ao clube.

O clube alvinegro foi derrotado na entidade máxima do futebol, mas apelou à Corte Arbitral do Esporte (CAS), órgão com sede na Suíça. Em julho de 2020, porém, o clube espanhol anunciou que venceu o processo também no CAS.

Mas, essa situação parece ter ficado no passado. A gestão liderada por Andres Rueda vem se aproximando cada vez mais do jogador e também de sua família, principalmente de Neymar pai. E isso vem dando certo, tanto que o jogador vem interagindo com o Peixe nas redes sociais, além de participar de ações diretamente no clube.

Recentemente, o Menino da Vila Ângelo passou a vestir a camisa 11 deixada por Marinho. E para entregar o novo número, a Santos TV preparou uma pegadinha. O atacante estava no quarto do hotel, no CT Rei Pelé, e foi avisado que o executivo de futebol Edu Dracena estava atrás dele e ‘bravo’. Preocupado, o Menino da Vila entrou na sala e começou a levar uma ‘bronca’ do dirigente. Na sequência, porém, Dracena ligou o celular e mostrou um vídeo de Neymar, eterno camisa 11 do Peixe, desejando boa sorte para Ângelo com o manto santista.

- Fala, Ângelo. Seja bem-vindo para a camisa número 11. Parabéns por essa conquista. Te desejo muita sorte, que você faça muitos gols, traga muitos títulos para o nosso Peixão e dê muitas alegrias. Beijo grande, sucesso e boa sorte.

Em janeiro deste ano, durante uma live, o Menino da Vila encheu a moral não só do Santos como também da Vila Belmiro. Na casa do Peixe, o camisa 11 jogou por 90 vezes, marcou 65 gols e deu 40 assistências, além de ter sido campeão Paulista de 2011.

-Tenho muita (vontade de voltar ao Santos). Saudades do Peixe. O que eu estou com saudade mesmo é jogar na Vila Belmiro. Meu Deus do céu, que estádio maravilhoso. Quando eu ia jogar na Vila, já falava assim: 'aí molecada, já prepara tudo que hoje tem gol - brincou o atacante.

E não parou por aí. Também em uma live, o craque do PSG desejou sorte ao reforço do Peixe, Ricardo Goulart, que assinou um contrato de dois anos para vestir a camisa 10 em janeiro deste ano.

- Ricardo Goulart, boa sorte no Peixão. Espero que dê tudo certo aí. E você conquiste muitas coisas para o nosso Peixe. O manto é pesado, hein? - apontou o camisa 10.

Na final da Copa Libertadores, em 2020, Neymar também deixou seu recado. A decisão foi realizada no Maracanã, contra o Palmeiras e o jogador revelou torcida ao clube que o projetou ao futebol.

- Fala, nação santista. Jogadores, vão estar honrando nosso manto sábado, nessa tarde... desejo vocês muita sorte, muita força, muita luz. Espero que vocês estejam em um dia incrível, estarei de longe torcendo por todos vocês. Espero que a gente possa conseguir esse tetra para o Peixão, porque ele merece, vocês também merecem por todo o trabalho feito esse ano. Um beijo, já estou com o manto, me mandaram aqui. Estamos juntos, vamos para cima. Vai para cima deles, Santos - disse o atacante.

E o Santos vem aproveitando isso para se reaproximar cada vez mais. Com cautela, o Peixe interage com o jogador, manda presentes e sempre faz convites para que ele compareça ao CT Rei Pelé para uma visita. Com calendário apertado, o jogador tem essa vontade, mas ainda busca espaço em sua agenda.

Uma das cartas na manga do Peixe é o ex-capitão e atual executivo de futebol, Edu Dracena. Ambos jogaram juntos enquanto Neymar esteve no time da Vila.

A direção santista entende que o mercado do jogador ainda é internacional e que dificilmente conseguirá tirar Neymar da europa nos próximos três anos, mas trabalha para deixar o caminho aberto para as próximas gestões conseguirem este feito histórico.

- Volta quando quiser. A Vila Belmiro estará sempre de portas abertas, Neymar - publicou Andrés Rueda em seu perfil Twitter.

A trajetória do atleta pelo time profissional do Santos durou entre 2009 e 2013. Nesse tempo, o Menino da Vila conquistou três Campeonatos Paulistas (2010, 2011 e 2012), uma Copa do Brasil (2010), uma Libertadores (2011) e uma Recopa Sul-Americana (2012). Foram 230 jogos e 138 gols.

Últimas