Futebol Santos é obrigado a receber R$ 37 milhões do Pachuca por contratação de Cueva

Santos é obrigado a receber R$ 37 milhões do Pachuca por contratação de Cueva

Meia peruano se trasferiu ao clube do México em fevereio, sem o consentimento do Peixe

Lance
Lance

Lance

Lance

Em decisão tomada nesta segunda-feira (14), Pachuca foi obrigado pela Fifa a pagar ao Santos R$ 37.664.106 pela contratação do meia Cueva, em fevereiro. Na ocasião, o atleta deixou o Peixe sem o consentimento da diretoria.

O Krasnkdar (RUS), clube no qual o Alvinegro adquiriu Cueva em janeiro de 2019, é solidário ao caso e precisa receber 7 milhões de dolares (R$ 35 mi) que nunca foram pagos pelo Peixe pela contratação do jogador.

Por sua vez, o Santos foi condenado a pagar R$ 694.839 diretamente ao jogador, por pendências trabalhistas.

A decisão ainda cabe recurs no Tribuna Arbitral do Esporte (TAS).

Cueva

O Santos assinou um contrato de empréstimo pelo peruano em 2019, com obrigação de compa a partir do ano seguinte. Mas, com a saída não consentida do atleta ao Pachuca, o santistas não pagaram o time russo, em 2020, e acionou os mexicanos na Fifa.

Pelo Santos, Cueva fez 16 partidas e não marcou gols. A passagem foi ainda mais apagada, onde fez três jogos e não balançou as redes. Em agosto, foi contratado pelo Malatyaspor, da Turquia, onde entrou em campo oito vezes, não marcou gols e em novembro foi afastado por problemas disciplinares.

Últimas