Futebol Santos acerta redução salarial com funcionários, mas situação segue aberta com atletas; entenda

Santos acerta redução salarial com funcionários, mas situação segue aberta com atletas; entenda

Parte administrativa do clube terá redução de 70% dos vencimentos a partir da próxima folha de pagamento, mas metade do valor será ressarcido após o retorno das atividades

Lance
Lance

Lance

Lance

O Santos acertou com os funcionários do setor administrativo, com ganhos mensais acima de R$ 6 mil, a redução de 70% dos salários, com reembolso, após o fim da pandemia do novo coronavírus, de 50% dos valores contidos. Por sua vez, os jogadores não aceitaram a proposta e o tema segue em aberto com eles.

A ideia da diretoria santista era configurar uma medida geral a todos os colaboradores, mas com a rejeição dos atletas isso não aconteceu.

Aos funcionários, que aceitaram o acordo, os novos valores já rodarão na próxima folha de pagamento. Para estes, a perspectiva final de corte é de 35%, já que metade do pagamento reduzido durante o momento de suspensão do futebol, serão ressarcidos a partir do retorno das atividades, seguindo a MP 936/20, promulgada pelo Governo Federal, no dia 1º de abril.

O prazo para que essas medidas sejam mantidas será determinado com as liberações para o retorno dos treinamentos do elenco profissional. O Alvinegro Praiano aguarda orientações específicas da Federação Paulista de Futebol, que está alinhada com a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo.

Cerca de 200 colaboradores, que recebem menos de 6 mil reais mensais, não serão atingidos com as reduções salariais.

Últimas