Futebol Rollo revela conversa com Veríssimo antes de mantê-lo no Santos: 'Estratégia da gestão'

Rollo revela conversa com Veríssimo antes de mantê-lo no Santos: 'Estratégia da gestão'

Presidente do Peixe acredita que clubes sabem da dificuldade financeira do Alvinegro e aproveitam para fazer 'propostas esdrúxulas'

Lance
Lance

Lance

Lance

O Santos esteve próximo de negociar o zagueiro Lucas Veríssimo com o futebol português nos últimos dias da janela de transferências europeia, que se encerrou na terça-feira (05). Contudo, a opção da atual diretoria foi pela manutenção do jogador, contando com o "ok" do próprio atleta.

- Foi estratégia da gestão. Conversamos com o Lucas, conversei com os agentes do Lucas e eles entenderam a situação - disse o presidente em exercício do Peixe, Orlando Rollo, após reunião do Conselho Deliberativo realizada nesta quinta-feira (08).

Benfica e Porto apesentaram propostas por Veríssimo. O primeiro time esbarrou nas condições de pagamento, já que propôs um parcelamento distante, já o segundo ficou mais próximo de contar com o beque, mas o acordo não foi finalizado em tempo hábil.

- Valor que vale o Lucas é muito superior às propostas. Até vieram propostas boas, mas forma de pagamento era uma vergonha - pontuou Rollo, que embora tenha dito que Lucas Veríssimo vale mais do que as quantias oferecidas não quis estipular preço para o jogador.

- Vou ser cauteloso. Não quero taxar nosso jogador. Mas vale mais do que ofereceram - acrescentou o presidente.

Rollo acredita que o Alvinegro tem sofrido com a fama de que necessita de recursos financeiros para driblar momento ruim, e com isso outras agremiações tentam se aproveitar dessa fragilidade de barganha.

- Os clubes no mundo sabem que o Santos está en crise, então fazem propostas esdrúxulas e colocam faca no pescoço- afirmou Rollo.

No total, a dívida do Santos ultrapassa R$ 300 milhões. Com mandato até o fim deste ano, quando "passará o bastão" para a gestão eleita na primeira quinzena de dezembro, Orlando Rollo deseja "entregar a chave do clube" para o próximo presidente com a maior parte das pendências pagas até o encerramento de 2020.

Últimas