Futebol Rodrigo Caio destaca evolução defensiva do Flamengo e valoriza liderança de grupo na Libertadores

Rodrigo Caio destaca evolução defensiva do Flamengo e valoriza liderança de grupo na Libertadores

Após sequência de lesões, zagueiro fez sua estreia na Libertadores 2021 e elogiou a 'solidez' do setor defensivo no empate com o Vélez Sarsfield

Lance
Lance

Lance

Lance

Sem inspiração e com a intensidade longe do padrão, o Flamengo ficou só no empate com o Vélez no Maracanã, nesta quinta-feira, mas garantiu a liderança do Grupo G da Libertadores. Após a partida, Rodrigo Caio ressaltou a boa atuação da equipe argentina e a importância de passar em primeiro lugar para as oitavas de final.

+ ATUAÇÕES: Diego Alves volta bem e é o único destaque positivo em empate do Flamengo contra o Vélez

- É difícil a equipe do Flamengo ficar um jogo sem fazer gol, mas acredito que a gente encontrou um adversário muito forte, que marcou muito bem. Em um jogo muito difícil, tivemos as melhores oportunidades. O goleiro deles fez duas defesas muito boas. A gente foi em busca da vitória do começo ao fim, infelizmente não conseguimos, mas foi importante garantir a primeira colocação, que nos dá uma vantagem.

Além da raridade de não balançar as redes, esta foi a primeira partida na Libertadores que o Flamengo não sofreu gols. Desfalque nas cinco rodadas anteriores, Rodrigo Caio também destacou a atuação defensiva da equipe.

- A gente foi muito consistente na fase de grupos. Hoje tivemos um jogo muito difícil para decidir essa liderança, contra um adversário muito duro, mas acho que suportamos muito bem e tivemos as melhores oportunidades. Defensivamente, acho que a gente foi muito sólido. Isso é importante e mostra que a equipe vem evoluindo.

+ Confira como ficou a tabela da fase de grupos da Libertadores

O Flamengo conhecerá o adversário nas oitavas de final da Libertadores na próxima terça-feira, data do sorteio na sede da Conmebol. Antes, no domingo, o Rubro-Negro estreia no Brasileirão 2021 diante do Palmeiras, no Maracanã.

Últimas