Futebol Retorno de Bale pode forçar a saída de um brasileiro do Real Madrid

Retorno de Bale pode forçar a saída de um brasileiro do Real Madrid

Atacante passará a ocupar uma vaga de extracomunitário no elenco merengue por conta do Brexit. Vinícius Júnior, Militão e Rodrygo podem deixar o plantel

Lance
Lance

Lance

Lance

A chegada de Gareth Bale pode forçar a saída de um jogador brasileiro do elenco. Por conta do Brexit, o atacante do País de Gales irá ocupar uma vaga como atleta extracomunitário, segundo o "As". Com isso, Vinícius Júnior, Éder Militão ou Rodrygo não tem presenças garantidas no Real Madrid para a próxima temporada.

Apesar do problema, os merengues e outras equipes atingidas por esta medida buscam uma nova interpretação para a medida. Como Bale já havia firmado contrato antes do Brexit, é possível que o atleta não seja tratado como um extracomunitário até o fim de seu vínculo, que se encerra em 2022. No entanto, a La Liga, a Federação Espanhola e a Asociação de Futebolistas Espanhóis demvem estar de acordo.

> Veja a tabela da La Liga

Na Espanha, há uma limitação de até três jogadores que podem ocupar as vagas de atletas extracomunitários. No Real Madrid, estes espaços já são utilizados por Vinícius Júnior, Éder Militão e Rodrygo. A joia formada no Flamengo é quem está mais próximo de obter a dupla-nacionalidade e deixar de ocupar uma destas lacunas, mas os problemas administrativos provocados pela pandemia atrasaram o processo e que dificilmente ele será resolvido a curto prazo.

Uma das possíveis soluções é a de que Rodrygo seja relegado ao Real Madrid Castilla por ser o menos utilizado dentre os três brasileiros. Apesar não poder participar do Campeonato Espanhol, o atacante estaria disponível ao técnico Carlo Ancelotti para a Champions League, Copa do Rei e Supercopa da Espanha que não impõem limitações de estrangeiros.

Últimas