Futebol Raí afirma que São Paulo pode pedir anulação de jogo: 'Erro absurdo'

Raí afirma que São Paulo pode pedir anulação de jogo: 'Erro absurdo'

Dirigente tricolor reclamou de arbitragem que validou o gol do São Paulo, mas voltou atrás após reiniciar a partida, podendo caracterizar um erro de direito passível de anulação

Lance

O diretor de futebol do São Paulo, Raí, admitiu a chance do clube pedir a anulação do jogo contra o Ceará, que terminou empatado em 1 a 1, em jogo atrasado da 16ª rodada do Brasileirão. Para o executivo, houve um erro de direito, que é passível de anulação.

- Acho que no jogo de hoje a única certeza é que tem um erro absurdo, de direito. Vamos buscar todos os questionamentos, gravações e o VAR. Temos que saber porque anulou, validou, voltou atrás. E porque autorizou, um erro de direito que tira a credibilidade da arbitragem mais uma vez. Vamos estudar todas as possibilidades jurídicas. Vamos buscar tudo que aconteceu. Se foi validado é que tinha dúvida. O erro é o que aconteceu quando autorizou a partida. Está na regra. O São Paulo tem que ir atrás dos seus direitos e esclarecer todas as dúvidas que ficaram no ar - reclamou Raí.

VEJA A TABELA DO BRASILEIRÃO

O lance polêmico aconteceu aos doze minutos do segundo tempo, quando Pablo, em posição de impedimento, aproveitou chute desviado na zaga do Ceará e marcou. A arbitragem deu impedimento, mas após contato com o VAR, confirmou o gol e deixou o Ceará dar o reinício do jogo. O problema é que depois o juiz voltou atrás e marcou novamente a posição irregular. Isso pode caracterizar o erro de direito, quando o árbitro erra na aplicação de uma regra e muda uma marcação de campo após permitir o reinício do jogo.

Com o empate, o São Paulo perdeu a chance de ser líder do Brasileirão. O Tricolor chegou aos 38 pontos, atrás de Atlético-MG e Flamengo.

Raí

Raí

Lance

Raí reclamou da arbitragem (Foto:Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Últimas