Futebol Quarto árbitro acusado de racismo afirma: 'Não sou racista'

Quarto árbitro acusado de racismo afirma: 'Não sou racista'

Sebastian Coltescu gravou um áudio para familiares e se mostrou chateado com a repercussão do caso de racismo na partida entre PSG e Istanbul Basaksehir

Lance
Lance

Lance

Lance

Sebastian Coltescu, quarto árbitro acusado de racismo no duelo entre Paris Saint-Germain e Istanbul Basaksehir, mandou mensagem para familiares afirmando não ser preconceituoso, segundo o “ProSport”, meio de comunicação da Romênia. As palavras foram ditas após a suspensão da partida pela Uefa.

- Só tento ser bom. Não vou ler nada da imprensa nesses dias. Qualquer um que me conhece sabe que não sou racista. Ao menos, isso espero.

No início do jogo, o atacante Demba Ba, da equipe turca, saiu do banco de reservas para tirar satisfação com Coltescu após ter ouvido a autoridade chamar Pierre Webo, da comissão do Basaksehir, de “cara negro”. Com o apoio de Neymar, Mbappé e muitos jogadores do time francês, todos os atletas saíram do gramado e não retornaram em protesto.

Últimas