Futebol Provável titular contra o Ituano, Rigoni ainda não balançou as redes sob o comando de Rogério Ceni

Provável titular contra o Ituano, Rigoni ainda não balançou as redes sob o comando de Rogério Ceni

Última vez em que o jogador marcou foi no dia 3 de outubro, ainda com o técnico Crespo

Lance
Lance

Lance

Lance

O argentino Emiliano Rigoni não vive seu melhor momento no São Paulo. O atacante, que foi vice-artilheiro do Tricolor na temporada passada, com 11 gols, ainda não balançou as redes desde que o técnico Rogério Ceni assumiu a equipe. Neste domingo, diante do Ituano, o jogador deve ser titular e busca acabar com a seca de gols.

+ Veja o caminho do São Paulo no Campeonato Paulista 2022

A última vez que o argentino comemorou um gol foi no dia 3 de outubro, quando o time paulista empatou com a Chapecoense por 1 a 1. Na ocasião, o treinador da equipe ainda era Hernán Crespo. Desde então, já são 12 jogos sem marcar, dez deles sob o comando do atual comandante Rogério Ceni.

Rigoni chegou ao São Paulo no meio de 2021 a pedido de Hernán Crespo e passou pelo aval do coordenador de futebol Muricy Ramalho. Desde então, se consolidou como titular e um dos principais jogadores do time. Ele já disputou 39 partidas, marcou 11 gols e deu seis assistências. O argentino tem contrato com o São Paulo até 30 de junho de 2024.

Nesta temporada, o time de Rogério Ceni fez apenas um jogo oficial, que foi na estreia do Campeonato Paulista, na derrota para o Guarani por 2 a 1. Na ocasião, o atacante que marcou o gol foi Calleri.

Últimas