Protestos são marcados para acontecer no clássico entre Barça e Real

Político catalão confia nas autoridades para garantir a segurança do público que irá assistir ao jogo

Lance

Lance

Lance

Hoje é dia de superclássico na Espanha. O jogo entre Barcelona e Real Madrid na Catalunha promete muitas emoções dentro de campo. No entanto, o evento chamará atenção fora das quatro linhas devido aos protestos que vinham acontecendo e ao que o grupo Tsunami Democrática promete fazer hoje. Para Miquel Buch, político catalão, o jogo não deve ter problema e as autoridades estão cientes do que pode acontecer.

Em entrevista concedida a “Catalunya Radio”, o político comentou sobre questões referentes aos materiais que grupos podem levar para dentro do estádio para protestar. Segundo os meios da Catalunha, um dos objetivos dos grupos seria levar balões pretos para denunciar o uso de balas de borracha por parte da polícia.

- Não cabe a mim decidir qual material pode ou não entrar no estádio.

Segundo Buch, as autoridades responsáveis pela segurança que irão decidir o que poderá ser utilizado e o que será proibido. E nada poderá ser feito em relação aos manifestantes que quiserem entrar no Camp Nou com camisas amarelas, cor inspirada na bandeira da Catalunha.

Serão aproximadamente três mil agentes de segurança para prevenir qualquer tipo de ato que poderia gerar insegurança para o público que vai para assistir ao clássico. O grupo Tsunami Democrática convocou um protesto tanto para a área externa, quanto interna do estádio e disse em sua conta no twitter que eles hoje possuem uma mensagem para mandar ao mundo.