Futebol Presidente do Santos diz que impaciência fez Cruzeiro desistir do empréstimo de Copete

Presidente do Santos diz que impaciência fez Cruzeiro desistir do empréstimo de Copete

Raposa estava interessada em contar com o atleta, mas demora na reposta santista fez com que o time mineiro se retirasse

Lance
Lance

Lance

Lance

Durante reunião virtual do Conselho Deliberativo, o presidente em exercício do Santos, Orlando Rollo, afirmou que o Cruzeiro desistiu de contar com o atacante Jonathan Copete por empréstimo. O time Celeste tinha acenado o interesse em contar com o jogador, mas se retirou devido a demora na resposta santista.

Qualquer movimentação de entrada e saída de atletas três meses antes da eleição, que no Peixe é prevista para o dia 12 de dezembro, precisa da aprovação do Conselho, mas a equipe mineira não teve paciência em aguardar.

O contrato de Copete com o Alvinegro é válido até junho de 2021, mas desde junho de 2019 o colombiano não veste a camisa santista. Primeiramente, o jogador foi emprestado ao Pachuca (MEX) e em fevereiro foi novamente cedido temporariamente, dessa vez ao Everton (CHI). Em junho, o atacante retornou ao Santos, a princípio treinava separadamente, mas foi integrado ao elenco principal após a chegada de Cuca ao comando do Peixe.

Ainda assim, devido o banimento do Santos na Fifa, por conta de inadimplências com o Huachipato (CHI) e Atlético Nacional (COL), na contratação de Soteldo e Felipe Aguilar, vendido em março ao Athletico-PR, no início de 2019, Copete o retorno de Copete ao Peixe não pode ser registrado. A dívida atual do Alvinegro com as duas equipes é próxima a R$ 25 milhões.

Mesmo com o negócio encerrado, saída por empréstimo de Copete ao Cruzeiro foi votada e aprovada por 76% dos conselheiros santistas caso as conversas sejam retomadas. Até o então, o acordo seria firmado com cessão do colombiano aos mineiros até fevereiro, com o Peixe podendo solicitar o retorno do jogador a qualquer momento.

Últimas