Presidente do Flu tem número de celular vazado para torcedores

Mario Bittencourt precisou desativar as linhas telefônicas pessoal e institucional depois da derrota por 3 a 0 para o Goiás, quando passou a receber dezenas de mensagens

Lance

Lance

Lance

O presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, precisou desativar a linha de celular, depois de ver seu número pessoal ser divulgado a torcedores em grupos do aplicativo WhatsApp. O dirigente fez um comunicado a amigos, clientes e familiares para informar da situação e avisar que também vai deixar de usar a linha institucional do Tricolor.

O vazamento ocorreu logo após a derrota por 3 a 0 para o Goiás, no domingo, no Serra Dourada. O resultado fez o Flu voltar à zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O antecessor no cargo, Pedro Abad, também viveu situação semelhante, recentemente.

TABELA:

Confira a tabela e do Brasileirão

Confira a íntegra da mensagem de Mário Bittencourt:

– Infelizmente após o jogo de domingo vazaram por todo o país em grupos de zap o meu telefone pessoal. De forma desleal e covarde as pessoas seguem enviando milhares de mensagens e fazendo ligações de madrugada o que impede que eu veja as mensagens das pessoas amigas, dos clientes de meu escritório e de minha família. Diante disso venho através deste comunicado informar a todos que a partir da data de hoje não mais utilizarei o WhatsApp e o número deste telefone, bem como não utilizarei o número de telefone institucional do clube que também foi divulgado. Enfim, peço desculpas as todos mas se tornou impossível visualizar as mensagens de trabalho, de amigos, de profissionais de imprensa e da minha família. Por isso devem estar percebendo que não tenho respondido quando solicitado.

O Fluminense volta a campo na próxima quinta-feira, quando recebe o Santos, no Maracanã, às 20h (de Brasília), pela 21ª rodada.