Presidente da LaLiga não acredita em ida de Messi para futebol italiano

Javier Tebas diz que astro argentino não seria a solução para o Campeonato Italiano que tem mais dívidas do que a LaLiga e Bundesliga. Cristiano Ronaldo foi usado como exemplo

Lance

Lance

Lance

Não são só dirigentes e torcedores do Barcelona que não acreditam na possibilidade de Messi ir para a Inter de Milão, como Massimo Moratti, presidente do clube italiano, alimenta nos últimos dias. Javier Tebas, presidente da LaLiga, também diz ver a saída do argentino como improvável e que uma possível ida não iria ser suficiente para ajudar o campeonato local a crescer financeiramente e resolver seus problemas.

- Creio que Messi não sai da Espanha, mas esta não é a solução para o futebol italiano. O nível de endividamento deles é muito, o dobro da LaLiga e da Bundesliga e com uma faturação menor. A situação econômica global é muito mais complicada e a solução não é contratar Messi.

Tebas utilizou o exemplo de Cristiano Ronaldo, que saiu do Real Madrid para a Juventus há duas temporadas e não prejudicou as receitas do Campeonato Espanhol e também não salvou a Itália.

- Todos nos diziam que íamos ter uma queda na venda de ingressos quando Cristiano Ronaldo saísse, mas os direitos de televisão aumentaram, inclusive em Portugal. Pode ajudar (a presença dele), mas não é um elemento imprescindível, uma estrela não é essencial para fazer crescer uma competição.

A possibilidade de uma possível ida de Messi para a Inter de Milão se dá devido ao forte interesse dos culés em contratarem Lautaro Martínez. O clube nerazzurri faz jogo duro para liberar o jovem atacante através de trocas. Junior Firpo e Semedo já foram recusados pelo técnico Antonio Conte.